Cultura organizacional e carreira: faça a escolha certa

Cultura organizacional

Você já parou para pensar que cultura organizacional e carreira deveriam andar juntas rumo ao seu sucesso profissional?

Quando estamos em um lugar onde compartilhamos da mesma missão, visão e valores, é muito mais fácil desempenhar as tarefas e ser mais produtivo e eficiente. Isso fica bem mais explícito quando a empresa realiza pesquisa de clima e engajamento ou até mesmo um censo de diversidade e conhece com mais detalhes o seu corpo funcional.

Por isso, a cultura organizacional tem sido cada vez mais um fator determinante para que um profissional se candidate ou não a uma vaga na empresa. Afinal, o seu principal desejo é que essa compatibilidade ofereça a tranquilidade necessária para que o foco esteja voltado ao seu desenvolvimento e ao crescimento da empresa.

Neste conteúdo, você vai conhecer sobre a importância da cultura organizacional, seus tipos, e como conciliar a cultura interna da empresa com a sua carreira. Confira!

 

Cultura Organizacional: o que é e sua importância

A cultura organizacional, ou cultura corporativa, é o conjunto de hábitos e crenças construídos por meio da missão, visão, valores, normas, expectativas e atitudes compartilhados por todos os membros da empresa.

Isto é, a cultura representa a forma de pensar e agir que predomina na organização, mas que não está necessariamente escrita em nenhum manual pré-existente.

A cultura também é responsável por definir a missão e os objetivos da empresa, por isso, a cultura deve estar alinhada à direção, ao planejamento, à organização e ao controle, pois somente assim é possível criar uma sintonia para que o fortalecimento dessa cultura seja feito no dia a dia.

Em resumo, a cultura organizacional é criada e fortalecida a partir da motivação dos seus colaboradores, pois quanto mais funcionários com fit cultural, maior será o sucesso do negócio.

 

Importância da cultura 

Se a cultura é um dos principais pilares para o sucesso ou o fracasso do empreendimento, é importante que, durante as etapas do processo seletivo, o RH esteja sempre atento para além da questão técnica, mas também ao perfil comportamental e atitudes dos candidatos participando em todas as etapas de um processo seletivo.

Quando bem utilizada, a inteligência artificial no recrutamento e seleção pode ser uma grande aliada, auxiliando a filtrar os candidatos com maior fit cultural, deixando apenas os mais alinhados ao perfil da vaga e da empresa para prosseguirem nas próximas etapas.

Com equipes compartilhando dos mesmos ideais e princípios, é mais fácil criar uma visão única para o negócio e objetivos coletivos. Além disso, a liderança e o RH conseguem planejar estratégias voltadas para o treinamento, desenvolvimento e crescimento da organização, conforme a necessidade.

Mas, pelo próprio alinhamento da cultura, não será necessário ficar detalhando cada mínimo detalhe e atividade, pois, ao ter a cultura corporativa enraizada em si, o profissional automaticamente entenderá que determinada atividade será importante para sua carreira e para a empresa.

 

Tipos de cultura organizacional

Quando mudamos de uma empresa para outra e ficamos felizes com a troca, nem sempre sabemos os motivos dessa felicidade, especialmente se a atividade desempenhada for a mesma. Muitas vezes, grande parte dessa mudança está na cultura organizacional, que, sutilmente, nos move para ações mais produtivas e eficazes quando temos afinidade e sintonia com ela.

Vamos conhecer diversos tipos de cultura organizacional que podem influenciar a sua carreira para que você entenda em qual delas você poderia se encaixar melhor:

 

Culturas adaptativas

Também conhecida como “Cultura das Pessoas”, são flexíveis e direcionadas para a mudança e inovação. Esse tipo de cultura organizacional está em constante desenvolvimento e atualização. Trata-se de uma cultura tipicamente encontrada em empresas que não têm medo das mudanças, pois são criativas e inovadoras e o seu corpo funcional deve andar no mesmo ritmo.

Apesar dessa mudança constante, é importante manter um equilíbrio para que não perca sua identidade.

Um bom exemplo da cultura adaptativa está no Japão, pois as tradições milenares e a tecnologia são suas principais marcas registradas.

 

Culturas conservadoras

Essa cultura é o oposto da adaptativa, pois se encontra em organizações que prezam pela manutenção de costumes, valores e tradições. São conservadoras e seus processos são burocráticos e lentos.

Seus funcionários tendem a executar sempre as mesmas tarefas, o que pode formar uma equipe acomodada, desmotivada ou sem expectativas de carreira. A Cultura Conservadora também é conhecida como “Cultura de Papéis”.

 

Culturas fortes

Culturas fortes compartilham seus valores de forma constante. Seus colaboradores são influenciados por comportamentos e expectativas.

O foco dessa cultura está no desempenho das atividades e os profissionais precisam de conhecimento técnicos e comportamentais (hard skills e soft skills) para serem aprovados nessas organizações.

A cultura forte, também chamada de “cultura de tarefas”, é cultivada todos os dias por meio da flexibilidade e da liberdade que o colaborador tem para desempenhar suas atividades com criatividade e eficiência, sendo motivo de orgulho e ostentação.

A IBM, a Google e a Honda podem ser exemplos de empresas com culturas fortes.

 

Culturas fracas

Essa denominação não é considerada um ponto negativo, pois as culturas fracas são as que podem ser facilmente alteradas.

Por esse motivo, empresas mais jovens e menores são exemplos de cultura fraca, já que ainda estão em processo de construção e formação de cultura.

Um ponto de atenção é que, ao buscar resultados sem pensar no desenvolvimento da cultura, pode acabar cultivando a “cultura de poder”, em que a tendência é formar equipes competitivas ao extremo, prejudicando o trabalho em equipe e a saúde mental do colaborador.

 

Como conciliar cultura organizacional e carreira

Após conhecer com mais detalhes sobre a cultura interna e seus tipos, é hora de saber como conciliar a cultura organizacional com a sua carreira profissional e fazer a escolha certa.

Abaixo, destacamos alguns pontos importantes que o profissional deve avaliar na hora de se candidatar a uma vaga.

 

Comunicação eficaz

A comunicação tem papel fundamental na cultura da empresa, pois é por meio dos canais de comunicação que há a disseminação e fortalecimento da cultura empresarial.

É importante pesquisar o valor que a organização dá ao que o profissional tem a dizer, qual o seu grau de credibilidade nas informações e se existe a cultura de feedback.

Afinal, se existem contradições entre o que se comunica e o que é feito dentro da organização, infelizmente, neste local a cultura organizacional não se desenvolverá facilmente, nem a sua carreira.

 

Imagem do CEO e líderes

Preste atenção à pirâmide hierárquica da empresa e pesquise sobre os líderes e se suas práticas condizem com a cultura, pois essa sintonia é que forma equipes de sucesso. Avalie se você deseja fazer parte ou não do time, observando a forma como os líderes e gestores se comportam.

Afinal, eles são – ou deveriam ser – os maiores disseminadores da cultura organizacional. Ao entender o que está sendo feito pela liderança, provavelmente existirá um alinhamento maior entre a cultura organizacional e sua carreira.

 

Espaço físico (e virtual)

Com a implementação mais disseminada do home office devido à pandemia, os profissionais estão cada vez mais preocupados com o tempo de deslocamento e seu bem-estar físico e mental durante as tarefas diárias.

Isso fez com que o grau de importância do espaço físico e virtual da empresa aumentasse consideravelmente.

Então, avalie se a empresa que você acha que deseja trabalhar vai oferecer o suporte que você considera importante, pois, quanto mais satisfeito, mais motivado você estará em sua função.

 

Horário flexível

As gerações XYZ têm percepções diferentes quanto ao horário de trabalho, impactando diretamente no foco de atração de talentos.

As organizações rígidas quanto ao horário de trabalho constroem uma cultura diferente daquelas que têm horário flexível ou que possibilitam o trabalho remoto ou híbrido. Portanto, escolha a que mais vai ao encontro de seus objetivos e metas.

 

Dress code

Obviamente, a cultura de uma instituição que exige roupa social dos funcionários tende a ser bastante diferente daquela que permite o uso de trajes mais despojados.

O dress code pode revelar se uma empresa é moderna, ou se tem uma cultura tradicional.

 

Acompanhamento de resultados

Os indicadores de resultados são fundamentais para que as equipes possam acompanhar e contribuir para o alcance das metas e objetivos da empresa.

Se a organização oferece o acesso aos funcionários a essas informações, é mais fácil para cada um perceber o seu grau de contribuição para o sucesso do negócio e analisar seus pontos de melhoria.

 

Transparência

O grau de transparência das informações e a forma como a empresa se comunica com a equipe também colaboram para a construção de uma cultura. Verifique se a empresa investe nessa transparência e como acontece a disseminação das informações em todos os seus ângulos.

A comunicação é fundamental para o engajamento, motivação e respeito entre equipes e pares.

 

Eventos sociais

A empresa que você gostaria de trabalhar promove a integração dos profissionais por meio de eventos sociais?

Essa é uma ótima oportunidade para socializar os funcionários entre si em um momento de mais descontração, pois eles têm a chance de se conhecerem melhor e isso entrosa as equipes, aumenta o comprometimento, a eficiência da comunicação e a entrega de resultados.

 

Conclusão

Cultura organizacional e carreira são elementos conectados e o alinhamento entre eles pode fazer toda a diferença na vida do negócio e dos profissionais que nele trabalham. A cultura organizacional de uma empresa é a porta de entrada para o fortalecimento da marca empregadora e o sucesso da empresa em um mercado tão competitivo.

O alinhamento de um profissional com uma determinada cultura organizacional pode alavancar a sua carreira, ou causar uma dissonância que leva a frustração ou outros eventuais problemas e desentendimentos que podem levar a um pedido de demissão.

Por isso, é de extrema importância que a área de recrutamento atraia talentos que sejam compatíveis com a cultura corporativa e que, por sua vez, o profissional escolha empresas que tenham sintonia com os seus próprios valores para que consiga se desenvolver e ser protagonista da sua carreira.

Esse conteúdo da Sim Carreira é fundamental para a sua decisão na hora de se candidatar a uma vaga e aceitar uma proposta ou contraproposta de emprego. Então, para complementar essa leitura, leia nosso artigo sobre “Real Skills” e saiba tudo sobre as habilidades mais valorizadas no mercado atualmente.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Política de Cookies
Utilizamos cookies em nosso site para oferecer a você a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas e ajudando a economizar dados. Ao clicar em “Aceitar Cookies”, você concorda com o uso de cookies. Mais informações podem ser encontradas na Política de Privacidade do Site.