7 Pecados Capitais da vida profissional

7 Pecados Capitais da vida profissional

Conhecer os 7 pecados capitais da vida profissional é o primeiro passo para entender como alguns comportamentos podem impactar negativamente sua carreira.

Afinal, problemas associados a inveja, ira, soberba, entre outros, podem prejudicar seus relacionamentos e conquistas em todas as áreas da vida, principalmente na sua vida profissional.

Para demonstrar isso, neste artigo, explicaremos os significados e efeitos de cada um dos pecados capitais no ambiente corporativo.

Além disso, vamos compartilhar dicas para evitar essas armadilhas e contribuir para o seu crescimento e sucesso profissional.

Continue a leitura!

 

Quais são os 7 pecados capitais da vida?

Caso você não se lembre dos 7 pecados capitais, listamos todos eles abaixo:

    1. Avareza
    2. Gula
    3. Luxúria
    4. Inveja
    5. Ira
    6. Soberba
    7. Preguiça

A seguir, entraremos em maiores detalhes sobre cada um dos 7 pecados capitais e como podem atrapalhar a sua vida profissional e como combate-los no ambiente de trabalho. Continue a leitura para entender melhor sobre os 7 pecados capitais na vida profissional.

 

1- Avareza

Pessoas avarentas são apegadas ao dinheiro. Por isso, elas são ambiciosas e tendem a fazer tudo para acumular riquezas.

No mundo corporativo, este pecado capital pode ser reconhecido em profissionais que “topam tudo por dinheiro”.

Ou seja, são pessoas dispostas a passar por cima de princípios e valores para alcançar seus objetivos e satisfazer sua ambição salarial.

Como combater o pecado da avareza na vida profissional?

Pode parecer clichê, mas a verdade é que conhecer a si mesmo é fundamental para evitar a avareza na vida profissional. Isso porque é importante entender o que motiva esse comportamento.

Essa necessidade de conquistar dinheiro a qualquer preço pode ser resultante da necessidade de se sentir aceito, reflexo de traumas, entre outros fatores.

Por isso, ter apoio psicológico ou de uma consultoria de carreira é fundamental para enfrentar esse problema, mudar essas crenças e transformar a sua relação com o dinheiro.

Tenha em mente o seu planejamento de carreira de longo prazo, o que está disposto e o que não está disposto a abrir mão.

Você toparia fazer qualquer coisa por dinheiro?

 

2- Gula

O pecado da gula se refere ao comportamento de comer e beber em excesso, mesmo que isso signifique agir de forma egoísta e “abocanhar” a parte do outro. Esses profissionais “vão com muita sede ao pote”.

No mundo corporativo, o pecado da gula tem efeitos bem parecidos com seu conceito original. Geralmente, este pecado é cometido por profissionais que têm muita pressa para crescer e se destacar.

Por conta dessa vontade exagerada, eles tendem a atropelar processos e são mais imediatistas.

Tome cuidado também com os happy hours e as festas de fim de ano corporativas. Os exageros podem comprometer a sua reputação profissional.

Como combater o pecado da gula na vida profissional?

O primeiro passo para combater o pecado da gula na vida profissional é aceitar que não existem caminhos fáceis para o sucesso.

Embora existam exceções, na maioria dos casos, crescer na carreira exige tempo, consistência, dedicação e, é claro, oportunidades.

A melhor forma de lidar com esse processo de forma saudável e sustentável a longo prazo, sem atropelar seus valores ou se colocar em situações constrangedoras, é investir em um bom plano de carreira e na orientação profissional.

Dessa forma, você terá as instruções adequadas para alcançar seus objetivos e se destacar profissionalmente sem manchar sua reputação.

 

3- Luxúria

A luxúria é o pecado associado ao prazer e a paixão. Quem comete esse pecado tende a realizar apenas atividades que satisfazem esse prazer, mesmo que isso comprometa outros aspectos da sua vida.

No mundo profissional, este pecado capital é cometido por pessoas que podem ser divididas em três grupos diferentes.

O primeiro deles é composto por profissionais viciados em trabalho. São os chamados workaholics, pessoas viciadas em trabalho que resumem sua vida a suas atividades profissionais.

Além de ser um comportamento exaustivo que pode gerar burnout entre outras síndromes, geralmente, pessoas viciadas em trabalho podem pressionar seus colegas para que eles acompanhem seu ritmo.

Já o segundo grupo é composto por profissionais que colocam sua satisfação e suas próprias atividades em primeiro lugar, mesmo que isso prejudique o trabalho de outra pessoa.

Ou seja, trata-se de um profissional egoísta, indelicado e espaçoso, que não sabe trabalhar em equipe.

Por fim, o terceiro grupo é composto por profissionais que não se sentem motivados e felizes no trabalho. Isso porque eles desempenham atividades que não satisfazem ou atendem seus objetivos de vida, o que gera insatisfação e improdutividade.

Como combater o pecado da luxúria na vida profissional?

As estratégias utilizadas para combater este pecado dependem do grupo com o qual o profissional se identifica.

Em geral, buscar apoio e adquirir hábitos saudáveis é importante para entender esses comportamentos. Ajuda a ter mais equilíbrio emocional e desenvolver algumas soft skills essenciais para a organização e o trabalho em equipe.

Vale lembrar que a desmotivação associada à luxúria pode sinalizar que está na hora de fazer uma transição de carreira. Nesse caso, buscar uma mentoria profissional é fundamental para facilitar esse processo.

 

7 pecados capitais da vida profissional

4- Inveja

A inveja pode ser considerada um dos 7 pecados capitais da vida profissional mais prejudiciais à harmonia e equilíbrio de relacionamentos no trabalho.

Isso porque o invejoso tende a criar intrigas, promover boicotes, falar de forma hostil, entre outros comportamentos nocivos.

Por conta disso, trabalhar com um profissional invejoso é um desafio. Afinal, ele pode provocar desentendimentos e problemas relacionais que não só prejudicam a saúde mental dos colegas de trabalho, mas também podem colocar em risco os resultados da empresa.

Como combater o pecado da inveja na vida profissional?

Para ter uma trilha de carreira de sucesso, não é necessário que o seu colega de trabalho fracasse, inclusive é o contrário. Quanto melhor as pessoas ao seu redor estiverem, mais você também tende a crescer.

Por isso, não vale a pena perder tempo e energia com pensamentos negativos em relação ao crescimento de outros.

Fique feliz pelo próximo, fortaleça os seus relacionamentos saudáveis e entenda como aprender continuamente para ter um desenvolvimento contínuo.

Entender que a inveja é prejudicial e trabalhar em melhorar esses sentimentos pode ser um passo essencial para o seu crescimento profissional.

 

5- Ira

Provavelmente, a ira é um dos 7 pecados da vida profissional mais fácil de ser identificado. Afinal, ele está associado a falas e comportamentos agressivos que demonstram raiva e ódio.

Distribuir insultos e xingamentos, provocar brigas e desentendimentos, e ter explosões de raiva são alguns comportamentos associados à ira.

No ambiente de trabalho, este pecado capital é mortal. Afinal, a agressividade e hostilidade com colegas, parceiros e clientes prejudica o clima da empresa e coloca em risco a produtividade.

Além disso, momentos de raiva e ira podem iniciar situações de assédio moral. Podem colocar em risco a reputação e a segurança jurídica da empresa e pessoas envolvidas.

Como combater o pecado da ira na vida profissional?

Geralmente, as explosões de ira ocorrem após situações estressantes, como imprevistos, resultados ruins, cobranças exageradas e trabalho sob pressão.

O problema é que, embora possam ocorrer de formas diferentes, essas situações podem acontecer em todos os ambientes de trabalho, até mesmo na empresa perfeita.

Por isso, a única forma de evitar esses comportamentos agressivos e hostis é desenvolver inteligência emocional.

Dessa forma, você conseguirá manejar suas emoções e reações. Assim, será mais fácil lidar com essas situações estressantes e evitar problemas que colocam em risco sua carreira.

Preste bastante atenção na sua linguagem verbal e não verbal, pois uma boa comunicação é vital.

 

6- Soberba

Uma pessoa soberba é uma pessoa orgulhosa, pretensiosa e que se julga superior em comparação às outras.

Embora um profissional soberbo até consiga entregar bons resultados, trabalhar com alguém com este perfil é desgastante.

Afinal, geralmente, este tipo de profissional é egoísta, diminui as conquistas e o valor dos demais colegas, não compartilha conhecimento.

Além disso, o soberbo não enxerga suas próprias falhas. Não busca melhorias e dificilmente está disposto a aprender e ouvir o próximo.

Em outras palavras, o profissional soberbo só pensa bem de si mesmo. Ele não sabe trabalhar em equipe e não tem uma boa “leitura” do ambiente. Por isso, ele pode estar colocando em risco sua própria carreira.

Não deixe que cargo, status, ou o que for, “subir à cabeça”.

Como combater o pecado da soberba na vida profissional?

Ser humilde, aprender a ouvir, entender que você também tem suas limitações e valorizar as outras pessoas é fundamental para evitar o comportamento soberbo.

Além de se tornar uma pessoa mais agradável, esses comportamentos te ajudarão a construir relacionamentos mais saudáveis. Podem ajudar a melhorar a convivência com a equipe e conquistar novas oportunidades profissionais.

 

7- Preguiça

O pecado da preguiça é cometido por pessoas acomodadas, que não estão dispostas a fazer o esforço necessário para atingir um objetivo.

Por isso, o profissional preguiçoso tende a ser negligente, atrasa suas entregas, não é comprometido com a empresa, não busca se atualizar e acumula pendências.

Além de prejudicar o andamento de atividades e projetos da empresa, esses comportamentos ajudam a construir uma má reputação. Por isso, profissionais preguiçosos têm mais chances de serem demitidos e permanecerem estagnados na carreira.

Você tem um mindset fixo e não sai da sua zona de conforto, ou possui um mindset e atitudes de crescimento?

Como combater o pecado da preguiça na vida profissional?

O primeiro passo para vencer a preguiça na vida profissional é entender por que você tem esse tipo de comportamento.

Talvez ele seja resultado da falta de maturidade e compreensão do que é um ambiente de trabalho e dos riscos que você corre ao agir de forma preguiçosa.

Nesse caso, um coach de carreira pode te ajudar a entender como o mercado funciona e porque é fundamental mudar suas atitudes.

No entanto, é importante lembrar que a preguiça também pode ser um sinal de insatisfação com a profissional ou ambiente de trabalho. Nesse caso, mudar de carreira ou buscar um novo emprego pode ser a solução que você precisa para recuperar sua vontade de trabalhar.

 

Conclusão

Agora, você quais são os erros capitais no ambiente profissional e como evitá-los. Preste atenção em seu comportamento, atitudes, emoções.

Assim, você conseguirá combater os 7 pecados capitais da vida profissional e fortalecer o seu crescimento profissional.

Precisa de ajuda para crescer na carreira? Entre em contato com a equipe da Sim Carreira e veja como podemos te ajudar!

7 pecados capitais da vida profissional

CEO de Empresa de Recrutamento e Seleção e Headhunter Especializado

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Política de Cookies
Utilizamos cookies em nosso site para oferecer a você a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas e ajudando a economizar dados. Ao clicar em “Aceitar Cookies”, você concorda com o uso de cookies. Mais informações podem ser encontradas na Política de Privacidade do Site.