Linguagem não verbal: você repara?

Saber se comunicar com uma linguagem verbal e uma linguagem não verbal em qualquer ambiente é primordial para a construção de uma imagem pessoal confiante e confiável na vida pessoal, e no ambiente de trabalho não é diferente. A forma que uma pessoa se comunica pode ter um impacto direto na compreensão da mensagem que ela está transmitindo, podendo fortalecer a sua reputação ou prejudicar o seu crescimento profissional.
Linguagem não verbal

Saber se comunicar com uma linguagem verbal e uma linguagem não verbal em qualquer ambiente é primordial para a construção de uma imagem pessoal confiante e confiável na vida pessoal, e no ambiente de trabalho não é diferente. A forma que uma pessoa se comunica pode ter um impacto direto na compreensão da mensagem que ela está transmitindo, podendo fortalecer a sua reputação ou prejudicar o seu crescimento profissional.

As empresas buscam cada vez mais profissionais que tenham coerência em sua linguagem verbal e em sua linguagem não verbal. Muitas vezes, nos encontramos na presença de pessoas que falam uma coisa, mas apresentam expressões corporais completamente diferentes, implicando diretamente na credibilidade do posicionamento abordado, e até mesmo no caráter do locutor.

Neste conteúdo, vamos entender um pouco mais sobre a linguagem verbal e a linguagem não verbal, e a relevância do uso adequado dentro e fora do ambiente corporativo. Confira!

 

Linguagem verbal

 A linguagem verbal é o tipo de comunicação mais utilizado desde os tempos antigos, pois se refere à fala oral e à escrita, onde a pessoa que transmite a mensagem deseja ser entendida por uma dessas formas, como é o caso do presente texto, por exemplo.

Considerando essas duas principais formas, a comunicação verbal é geralmente encontrada em cartas; jornais; revistas; sites; mensagens em redes sociais; telefonemas; e-mails; músicas; livros; filmes; e bilhetes.

Nas organizações empresariais, a linguagem verbal está presente nas entrevistas; nos diálogos entre a equipe; nas reuniões; nos processos de treinamento e desenvolvimento; nos comunicados internos; dentre outros.

Por isso, mesmo com os avanços da tecnologia, é importante que o indivíduo invista no desenvolvimento de sua comunicação, um importante soft skill que facilitará sua habilidade de expressar ideias, liderar de forma eficiente, negociar e influenciar positivamente, assim como aumentar sua capacidade produtiva.

 

Linguagem não verbal

Nem sempre as pessoas estão atentas aos sinais que o corpo emite quando se expressam, e essa falta de atenção pode custar uma oportunidade de emprego ou uma promoção, por exemplo.

A postura do profissional diante das situações no dia a dia mostra sua satisfação ou insatisfação mediante os acontecimentos, de modo que o gestor deve estar atento para perceber esses sinais e não deixar que as frustrações da equipe se acumulem, mas encorajar e comemorar conquistas e realizações.

Alguns exemplos de linguagem não verbal no cotidiano são: imagens; figuras; símbolos; fotos; vídeos; danças; tom de voz; mímica; postura corporal; gestos; expressão facial e corporal; dentre outros.

A linguagem não verbal é essencial em qualquer relacionamento interpessoal, pois ela é a base da sinergia entre os membros de uma equipe e entre esse time e seu líder. Uma comunicação não verbal pode ser até mais eficiente do que a linguagem verbal.

Para a melhor compreensão quanto à mencionada sinergia, reflita: você consegue distinguir entre alguns tipos diferentes de olhares como, por exemplo, de amor, felicidade, tristeza, medo, repreensão, ou curiosidade?

 

Funções da linguagem não verbal

 Enquanto a forma verbal de comunicação é mais objetiva e direta, a linguagem não verbal pode, através de gestos, confirmar ou refutar o que a pessoa está falando, tirando toda a credibilidade do que está sendo dito, tendo em vista que a linguagem não verbal tem como funções:

    • uma expressão é capaz de substituir uma frase;
    • complementar uma mensagem;
    • dar maior compreensão ao que está sendo dito;
    • contradizer o que é falado.

Ao conhecermos as funcionalidades dessa linguagem, passamos a reparar mais em nossos gestos e a interpretar o que as pessoas estão tentando dizer por meio de suas ações e reações, as quais podem ser muito mais autênticas do que a forma verbal de se comunicar.

linguagem não verbal

 

Tipos de linguagem não verbal

 Agora que conhecemos as diferenças e funções de cada linguagem, vamos aprender sobre os tipos de linguagem não verbal para entender como potencializar a nossa comunicação de forma positiva.

Paralinguagem

São os sons emitidos durante a fala, mas que não fazem parte do vocabulário, isto é, a maneira de falar e a entonação da voz.

Fazer-se entender de forma calma, clara e objetiva, buscando o tom de voz mais adequado para o conteúdo que se busca transmitir é fundamental para a construção de relacionamentos saudáveis e promissores.

Proxêmica

Diz respeito à proximidade, considerando o ambiente que a pessoa responsável por transmitir a mensagem utiliza para se comunicar. Essa linguagem varia de acordo com o espaço físico.

Esteja atento a como o local se encontra antes de iniciar um diálogo, uma apresentação, ou uma palestra. Ainda, estude sobre o ambiente antes de realizar a comunicação para identificar o que será necessário para que a mensagem seja compreendida com sucesso.

Cinésica

Trata-se da nossa linguagem corporal. Todos os movimentos que o nosso corpo faz em conjunto com a mensagem que queremos transmitir.

Esteja atento às suas expressões faciais e corporais quando estiver participando de reuniões, aplicando treinamentos, realizando processos seletivos ou até mesmo dando e/ou recebendo feedbacks. Assim como um recrutador repara o gestual do candidato, o contrário também acontece.

Características físicas

É a primeira impressão que causamos no outro, ou seja, aquilo que o outro vê: vestimenta, adereços e aspectos físicos.

Por isso é tão importante pesquisarmos sobre a cultura da empresa antes de escolhermos a vestimenta para a entrevista.

 

Linguagem não verbal em um ambiente corporativo

Conhecendo um pouco mais sobre essa forma tão subjetiva de comunicação, independentemente da função que exercemos, devemos levar em consideração que a expressão “o corpo fala” está mais presente em nossas vidas do que imaginávamos.

Então, para que possamos melhorar o entendimento da mensagem que queremos passar para os nossos pares e demais pessoas do nosso convívio, vamos conhecer abaixo algumas formas positivas de comunicação não verbal intrínsecas às atividades cotidianas:

Exemplos de linguagem não verbal

      • olhar nos olhos da pessoa com quem está conversando;
      • cumprimentar todos os colegas de trabalho, não importa a função que exerçam;
      • sentar-se de forma correta (isso faz bem tanto para sua imagem quanto para seu corpo):
      • ser simpático e empático;
      • apertar a mão das pessoas com firmeza;
      • vestir-se de maneira adequada (de acordo com a cultura da empresa);
      • prestar atenção ao receber orientações;
      • evitar distrações (usar do celular, abrir e fechar a caneta, rabiscar em folhas de papel) em reuniões, palestras, treinamentos e afins;
      • cumprir metas e prazos;
      • evitar faltas e atrasos.

 

Autoconhecimento e comunicação

O autoconhecimento é essencial para saber como se comunicar de forma pertinente e eficaz de acordo com o contexto e do público-alvo. Afinal, o objetivo da comunicação, seja ela verbal ou não verbal, é que a mensagem seja captada e compreendida pelo receptor em qualquer ambiente e com qualquer indivíduo.

Inclusive, a responsabilidade por assegurar que a mensagem seja compreendida pelo receptor é de responsabilidade de quem está transmitindo a mensagem. Com isso, fique atento para garantir que sua linguagem verbal e linguagem não verbal estejam coerentes e sejam entendidas.

Esperamos que nosso artigo seja relevante para seu crescimento pessoal e profissional! Compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais e ajude mais pessoas a compreenderem a linguagem não verbal que elas emitem!

linguagem não verbal

CEO de Empresa de Recrutamento e Seleção e Headhunter Especializado

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Política de Cookies
Utilizamos cookies em nosso site para oferecer a você a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas e ajudando a economizar dados. Ao clicar em “Aceitar Cookies”, você concorda com o uso de cookies. Mais informações podem ser encontradas na Política de Privacidade do Site.