Política salarial de uma empresa: o que é e como criar

Política salarial de uma empresa

A política salarial de uma empresa desempenha um papel estratégico no funcionamento e no crescimento do negócio.

Afinal, ela orienta a definição das remunerações dos funcionários, impactando tanto nas suas finanças quanto na sua gestão de pessoas.

Quando bem estruturada, essa política ajuda a empresa a atrair e reter talentos, a ser tornar mais competitiva e até a fortalecer sua marca empregadora.

Apesar de oferecer tantos benefícios, muitas organizações ainda negligenciam ou desconhecem a importância desse tema.

Para ajudar a mudar esse cenário, neste artigo, explicaremos o que é uma política salarial de uma empresa, quais são suas vantagens, como ela é estruturada e como criá-la.

Continue a leitura!

 

O que é política salarial da empresa?

A política salarial de uma empresa se refere às ações e estratégias que a organização adota para determinar e administrar os salários de seus funcionários.

Essa política deve refletir a cultura organizacional e precisa estar alinhada aos objetivos do negócio.

Por isso, sua elaboração exige a análise de fatores internos, como estrutura da empresa, e externos, como referências salariais praticadas pelo mercado.

Com base nesses critérios, a empresa consegue definir salários mais justos e equitativos, alinhados ao seu propósito e ao plano de carreira dos colaboradores.

Vale lembrar que a política salarial deve ser revisada periodicamente, já que precisa passar por reajustes ao longo do tempo para acompanhar as mudanças no mercado, a estratégia da empresa, entre outras variáveis.

 

Quais as vantagens de criar uma política salarial na empresa?

Empresas que investem na criação de uma política salarial bem estruturada obtêm várias vantagens, que vão desde aspectos financeiros a eficiência operacional.

São inúmeras as vantagens de criar uma política salarial de uma empresa. Entre elas destacamos:

    1. Garante uma remuneração mais justa aos funcionários;
    2. Torna a relação entre empresa e empregado mais transparente;
    3. Melhora o engajamento dos funcionários;
    4. Ajuda a atrair e reter talentos;
    5. Reduz a rotatividade de funcionários;
    6. Fortalece o plano de carreira dos funcionários;
    7. Reduz conflitos internos;
    8. Melhora a imagem da empresa.

Confira a seguir quais os principais benefícios de investir nesse tipo de política e entenda por que a empresa deve promover uma política salarial estruturada.

 

8 benefícios de uma política salarial estruturada

Garante uma remuneração mais justa aos funcionários

A política salarial de uma empresa é construída com base em dados obtidos a partir de pesquisas de mercado e da análise da estrutura, orçamento e objetivos da empresa.

Ou seja, essa política é elaborada com base em dados consistentes e precisos, que revelam tendências do mercado de trabalho e oportunidades para otimizar e valorizar os times internos.

Nesse cenário, fica mais fácil definir critérios mais claros, equitativos e justos de remuneração. Como resultado, a empresa se mantém mais competitiva e atualizada perante a concorrência.

Torna a relação entre empresa e empregado mais transparente

Conforme explicado, a política salarial estabelece critérios claros para determinar os salários dos funcionários.

Esses critérios ajudam os funcionários a entender por que e como a empresa calcula sua remuneração, tornando esse processo mais transparente.

Dessa forma, é possível minimizar a possibilidade de favoritismo ou discriminação, bem como melhorar a confiança entre empregado e empregador.

Melhora o engajamento dos funcionários

Oferecer salários competitivos é fundamental para manter os funcionários produtivos, eficientes e engajados na execução de tarefas.

Afinal, funcionários que recebem uma remuneração adequada se sentem mais valorizados.

Como sentem que seus esforços são recompensados, eles tendem a se comprometer e se dedicar mais aos seus trabalhos.

Ajuda a atrair e reter talentos

Uma boa política salarial garante o pagamento de salários bem como benefícios mais atraentes aos funcionários.

Esses fatores são essenciais para atrair e reter profissionais altamente qualificados, experientes e cobiçados pelo mercado.

Afinal, eles também valorizam uma boa remuneração e recompensas pelo seu trabalho. Por isso, investir em uma política salarial eficiente é uma estratégia essencial para atrair e reter pessoas talentosas na organização.

Reduz a rotatividade de funcionários

Conforme explicado, uma boa política salarial faz com que os funcionários se sintam valorizados e ainda ajuda a reter talentos na empresa.

Esses benefícios também ajudam a reduzir a rotatividade de funcionários na organização, reduzir gastos com novas contratações e a construir um time mais coeso e motivado a buscar resultados.

Fortalece o plano de carreira dos funcionários

Uma política salarial estruturada também contribui para a construção e melhoria do plano de carreira dos funcionários. Isso porque ela pode definir faixas salariais e benefícios com base em níveis de habilidade e experiência.

Dessa forma, os trabalhadores têm mais clareza sobre como o desenvolvimento de habilidades e experiências impactam seu crescimento salarial e, consequentemente, suas carreiras.

Reduz conflitos internos

A desigualdade salarial, especialmente entre homens e mulheres que exercem os mesmos cargos, ainda é uma realidade em muitas empresas. Uma das formas de evitar essa disparidade e os conflitos que surgem a partir dela, é criar uma política salarial mais justa e transparente.

Além de minimizar conflitos internos, e trazer maior equidade para o mercado de trabalho, essa medida também contribui para a manutenção de um clima organizacional mais harmonioso e saudável.

Melhora a imagem da empresa

Por fim, oferecer salários justos e competitivos contribui para a melhora da marca empregadora do negócio, ou seja, da reputação da empresa no mercado de trabalho.

Como resultado, a percepção da marca também melhora, o que pode atrair mais talentos e até mais investimentos.

 

O que deve conter em uma política salarial?

Uma boa política salarial deve garantir que os funcionários entendam como os salários são determinados e quais são as expectativas em relação à remuneração.

Para isso, essa política salarial é transformada em um documento que deve conter os seguintes elementos.

    1. Objetivos;
    2. Estrutura salarial;
    3. Critérios de determinação salarial;
    4. Vigência da política salarial.

 

4 elementos essenciais em uma política salarial estruturada

Objetivos

A política salarial de uma empresa deve explicar qual a sua filosofia em relação à remuneração e quais os objetivos que a criação dessa política visa alcançar.

Por exemplo, atrair e reter talentos, aumentar a transparência, orientar o planejamento de carreira dos colaboradores, entre outros.

Estrutura salarial

Além dos objetivos, o documento da política salarial também deve detalhar a estrutura de salários da empresa, ou seja, como diferentes cargos e níveis hierárquicos serão remunerados.

Para isso, a empresa pode definir faixas salariais de acordo com sua organização hierárquica e apresentar esses dados em tabelas ou gráficos organizados por categorias.

Critérios de determinação salarial

A política salarial também deve explicar quais são os critérios e fatores utilizados na determinação da remuneração dos funcionários.

Esses critérios podem incluir cargo, nível hierárquico, experiência, habilidades, desempenho, formação, entre outros fatores.

Além disso, o documento também deve explicar quais parâmetros serão avaliados para definir a promoção de funcionários e a concessão de aumento salarial.

Esses parâmetros podem incluir performance, tempo de serviço, desenvolvimento de habilidades, ou uma combinação desses fatores, entre outros exemplos.

Vigência da política salarial

Conforme explicado, a política salarial deve ser ajustada e atualizada periodicamente para acompanhar as tendências e mudanças do mercado.

Por isso, o ideal é que esse documento informe seu período de vigência e que a empresa invista na sua atualização e revisão antes desse período terminar.

 

Como fazer uma política salarial de uma empresa?

Criar uma boa política salarial envolve um planejamento cuidadoso e a análise de vários fatores.

Confira abaixo 5 dicas para fazer uma política salarial de forma eficiente:

    1. Faça uma pesquisa de mercado;
    2. Avalie o orçamento do negócio;
    3. Defina e detalhe seus elementos básicos;
    4. Documente tudo;
    5. Conte com o apoio de uma consultoria de RH.

 

5 dicas para fazer uma política salarial de uma empresa

1- Faça uma pesquisa de mercado

O primeiro passo para criar a política salarial de uma empresa é fazer uma pesquisa de mercado. Nessa pesquisa, é importante coletar dados sobre as remunerações e benefícios pagos por outras empresas do setor e da região.

Essas informações devem ser usadas como base para estabelecer critérios salariais, garantindo que a empresa se torne competitiva em termos de remuneração.

2- Avalie o orçamento do negócio

O próximo passo é avaliar o orçamento disponível na empresa para o pagamento de funcionários.

O ideal é que a política salarial proposta seja um equilíbrio entre a realidade do mercado e as possibilidades financeiras do negócio.

Para evitar problemas orçamentários e criar uma política salarial eficiente, a recomendação é que esse equilíbrio seja encontrado com o auxílio do setor financeiro.

Dessa forma, fica mais fácil encontrar alternativas para tornar a política salarial da empresa mais atraente.

Estruturar um bom plano de benefícios e investir no aprendizado contínuo dos funcionários, por exemplo, são soluções interessantes caso não seja possível oferecer uma remuneração competitiva.

3- Defina e detalhe seus elementos básicos

Após fazer a pesquisa de mercado e avaliar o orçamento do negócio, o próximo passo é trabalhar na criação dos elementos que compõem a política salarial.

Conforme explicado, esses elementos incluem os objetivos da política, a estrutura salarial, os critérios para determinação salarial e a vigência da política. Todos eles devem ser construídos com base nos dados coletados anteriormente.

Lembrando que as definições desses elementos também devem considerar as determinações das leis trabalhistas, bem como dos conselhos de classe e dos acordos e convenções coletivas de trabalho.

Para facilitar esse processo de criação, a empresa também pode se inspirar na política salarial de outros negócios, adaptando esse material às suas necessidades e cultura organizacional.

4- Documente tudo

Por fim, transforme a política salarial da empresa em um documento. Esse documento deve orientar os gestores e informar os funcionários sobre as práticas e estratégias salariais adotadas pela organização.

Para facilitar sua divulgação e entendimento, o ideal é que esse documento seja digitalizado e que possa ser utilizado como base para a criação de outros materiais explicativos, como resumos, organogramas e vídeos institucionais.

5- Conte com o apoio de uma consultoria de RH

Criar uma boa política salarial é muito mais fácil quando a empresa tem o apoio de uma consultoria de Recursos Humanos (RH).

Esse tipo de consultoria conta com profissionais especializados tanto em recrutamento e seleção, quanto na avaliação do mercado de trabalho.

Por isso, ela é capacitada para coletar dados, analisar as necessidades da empresa e auxiliar na criação de uma política salarial eficiente e adequada para o negócio.

Procurando uma consultoria de RH confiável? Conheça a Sim Carreira e veja como nossas soluções podem ajudar sua empresa!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Política de Cookies
Utilizamos cookies em nosso site para oferecer a você a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas e ajudando a economizar dados. Ao clicar em “Aceitar Cookies”, você concorda com o uso de cookies. Mais informações podem ser encontradas na Política de Privacidade do Site.