Seleção por competências: entrevista comportamental

Seleção por competências e entrevista comportamental

Participar de um processo seletivo requer preparação, paciência e comprometimento, tanto por parte do candidato quanto do RH da empresa, especialmente quando se trata de seleção por competências ou entrevista comportamental.

Em muitos processos, habilidades técnicas já não fazem mais parte dos únicos requisitos para uma contratação, pois as empresas estão de olho nos candidatos que têm outras capacidades compatíveis com os valores e necessidades daquela organização.

Neste conteúdo, vamos apresentar o que é a seleção por competências, suas vantagens e como se preparar para obter sucesso nesse tipo de entrevista. Não perca a leitura!

 

A seleção por competências

Em um mercado que se mostra cada vez mais competitivo, as habilidades técnicas são importantes, porém, além das hard skills, as empresas também passaram a dar ênfase a outros aspectos comportamentais para assegurar a sustentação de um clima organizacional positivo, promovendo a motivação e engajamento da equipe.

Por isso, as competências individuais e de personalidade (soft skills), como, por exemplo: resiliência, disciplina, autogestão, comunicação, criatividade, liderança, administração do tempo, entre outras, podem fazer a diferença em um processo decisório. Afinal, de que adianta ter o conhecimento teórico para executar o escopo necessário do cargo, mas não saber priorizar as demandas e perder os prazos?

O conjunto de talentos observados no candidato durante a entrevista, isto é, as competências desenvolvidas pelo profissional, podem ser resumidas pela sigla CHA (conhecimento, habilidade e atitude). A seleção por competências, também conhecida como entrevista comportamental, tem como objetivo entender se o profissional tem um perfil alinhado à necessidade técnica, à cultura e aos objetivos do negócio.

Significado de competências

Quando a organização opta por um processo seletivo através da seleção por competências, ou entrevistas comportamentais, o headhunter irá realizar uma entrevista para entender como o profissional se comportou em determinadas situações e, provavelmente, se utilizará da técnica CHA. Ao entender como o profissional agiu em determinadas situações, pode trazer insights de como agirá em situações futuras similares dentro da nova oportunidade.

Conhecimento

Essas são as capacidades técnicas necessárias para o cargo, o know-how, ou seja, se o candidato sabe fazer o que pede a função.  Para fazer essa validação, podem ser aplicados testes específicos ou até mesmo perguntas técnicas para validação do grau de profundidade teórica do profissional no assunto.

Conhecimento está relacionado a ter a informação. Saber o que e o porquê de algo.

Habilidade

Nessa fase, são verificados como o profissional conduziu sua carreira até aquele momento e os resultados que ele alcançou na profissão. Afinal, não basta ter o conhecimento teórico e não colocar em prática de forma adequada, com soluções práticas.

Habilidade está relacionado a técnica. Saber como fazer algo.

Atitude

Quando se fala de atitude, é analisado como a pessoa agiu ou reagiu diante das mais diversas situações que enfrentou. Por exemplo, se apresentou inteligência emocional e foi protagonista na carreira, enfrentando desafios e enxergando como forma de aprendizado, e como essa pessoa se posicionou frente aos vários cenários vivenciados.

Atitude está relacionado ao interesse. Querer fazer algo.

 

Entrevista comportamental avaliativa

 O profissional de RH, geralmente responsável por esse tipo de entrevista comportamental, irá analisar as respostas do candidato buscando exemplos específicos capazes de apresentar 3 aspectos:

    • Contexto: qual foi o cenário e a circunstância do exemplo escolhido;
    • Ação: como foi a iniciativa do entrevistado e as atitudes tomadas; e
    • Resultado: quais foram os resultados das ações tomadas, além do aprendizado adquirido.

Com essas respostas, o recrutador será capaz de analisar a competência desenvolvida naquela situação e se o perfil é compatível e capaz de superar desafios similares na nova oportunidade. Caso o candidato não consiga sanar com clareza esses questionamentos, o RH poderá buscar outros casos na trajetória do profissional até conseguir concluir a etapa ou definir que o profissional não é o mais indicado para a posição e dar uma resposta negativa da entrevista de emprego.

 

Vantagens da seleção por competências para empresa

Profissionais do RH 4.0 reconhecem na seleção por competências vantagens estratégicas para a empresa, pois é por meio desta selação que será possível alcançar metas importantes para o crescimento do negócio. Vamos conhecer alguns desses diferenciais?

Eficiência nas contratações

Ao definir as principais competências para o cargo, o RH trabalha de forma mais direta e com as ferramentas necessárias para um processo seletivo com menos etapas, e, portanto, mais rápido e eficiente.

Maior inclusão e diversidade

Esse método reduz seleções tendenciosas, aquelas apenas por QI (“quem indica”), pois as entrevistas orientadas para as competências avaliam o candidato de uma forma mais holística, oferecendo à empresa a oportunidade de aumentar sua diversidade e inclusão entre as equipes.

Redução do turnover

A seleção por competências tem como principal finalidade encontrar o candidato ideal, alinhado com a cultura, as técnicas exigidas e os objetivos da empresa.

seleção por competências

Portanto, quando ocorre esse fit, as probabilidades do profissional ser desligado ou pedir demissão reduzem consideravelmente.

Fortalecimento da marca empregadora

Equipes de sucesso e alta-performance são felizes, motivadas e engajadas. Com essas qualidades, os resultados são imediatos e esse êxito é o que atrai novos candidatos com vontade de compor o quadro colaborativo.

Esse processo é fundamental para que a empresa consiga contratar sempre os melhores perfis no mercado para compor ou criar os seus times e impulsionar o negócio.

 

Vantagens para os candidatos

Mesmo que o profissional não tenha todos os conhecimentos técnicos necessários para o preenchimento da vaga, se a empresa realiza o processo seletivo por competências, as chances de alguns candidatos com um mindset de crescimento podem aumentar, pois as características comportamentais podem compensar a falta de algum quesito técnico que pode ser aprendido.

Uma avaliação por competências tende a ser um processo mais humanizado e essa postura contribui para que os candidatos tenham uma experiência mais positiva durante as etapas de um processo seletivo e fiquem menos frustrados, caso o feedback seja negativo ou entusiasmados com uma contratação e o passo a passo de um processo de admissão do novo funcionário.

 

Como se preparar para uma entrevista comportamental

Quando falamos sobre essa metodologia de entrevista comportamental, é importante lembrar que o seu comportamento no passado pode dizer muito sobre suas atitudes futuras.

Por esse motivo, não existem respostas certas durante a entrevista, mas é fundamental que o candidato responda como reagiu em determinadas situações e não como ele gostaria de ter feito, apenas para convencer o recrutador, mesmo porque o recrutador vai buscar exemplos específicos das ações realizadas e resultados que aconteceram.

Dessa forma, o processo seletivo é baseado em fatos, e não suposições, de modo que o RH consiga identificar objetivamente o perfil do entrevistado.

Lembrando que muitos dos acertos que cometemos vêm de erros anteriores, razão pela qual nem sempre as questões serão sobre o sucesso do profissional. Perguntas comportamentais também podem ser voltadas para o modo como a pessoa reagiu ou o que ela aprendeu com os seus fracassos.

 

Dicas importantes para o candidato

Agora que você já sabe um pouco sobre os bastidores de uma seleção por competências, que tal algumas dicas de headhunters para se sair bem quando for participar de uma?

Estude sobre a empresa

Os sites das empresas falam muito sobre elas, permitindo que você leia sobre a missão, visão, valores e tudo o que tiver relacionado ao que a empresa espera de um profissional, além do que ela oferece para o treinamento e desenvolvimento do seu corpo funcional. Não deixe de avaliar se existe compatibilidade entre o que ela espera e o que você deseja.

Relacione suas competências

Procure listar todas as situações desafiadoras que aconteceram em experiências anteriores, as atitudes que você tomou, os resultados decorrentes e o aprendizado adquirido. Tanto os casos positivos quanto os negativos devem ser listados, afinal, todos contribuíram para você chegar aonde está em sua carreira.

Crie um roteiro

A partir dessa lista, crie um roteiro para utilizar como referência. Não é preciso gravar cada parágrafo, mas assim como o RH muitas vezes tem um script de recrutamento, o candidato também pode ter um acervo de experiências para exemplificar determinadas competências.

Não invente!

Pode parecer óbvio, mas inventar histórias para conseguir entrar em uma empresa pode parecer atrativo em um primeiro momento. Geralmente essa distorção da realidade é pega e, mesmo que não seja, será que vale ser contratado e desligado pouco tempo depois?

É mais fácil estar alinhado verdadeiramente com os valores da empresa e iniciar uma nova carreira de sucesso do que manchar sua carreira.

 

Conclusões sobre entrevistas comportamentais

Nesse conteúdo compreendemos como funciona o processo de seleção por competências, também conhecido como entrevistas comportamentais, tanto para as empresas, quanto para os candidatos. Também vimos o quanto este processo é importante para construir equipes de alta-performance e como os profissionais podem se preparar para responder questões tão pessoais de suas experiências profissionais.

Mas, caso ainda precise de ajuda para ingressar no mercado de trabalho e obter sucesso nas entrevistas, a Sim Carreira tem os melhores profissionais e as melhores soluções para lhe ajudar nessa jornada.

Entre em contato com nosso time e conheça os serviços que criamos para o seu sucesso profissional!

seleção por competências

CEO de Empresa de Recrutamento e Seleção e Headhunter Especializado

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Política de Cookies
Utilizamos cookies em nosso site para oferecer a você a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas e ajudando a economizar dados. Ao clicar em “Aceitar Cookies”, você concorda com o uso de cookies. Mais informações podem ser encontradas na Política de Privacidade do Site.