O que é absenteísmo no trabalho e como reduzir

O que é absenteísmo no trabalho

Apesar de ser um termo bem conhecido no meio corporativo, muita gente desconhece o que é absenteísmo no trabalho e como reduzir esse indicador estratégico.

O problema é que as empresas que não entendem a definição e as implicações desse conceito no seu dia a dia, arriscam acumular prejuízos operacionais e financeiros.

Para te ajudar a evitar esses problemas, neste artigo, você vai entender o que é absenteísmo no trabalho e como reduzir esse comportamento na sua empresa!

Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe a leitura!

 

O que é absenteísmo no trabalho?

O absenteísmo no trabalho ocorre quando o funcionário registra faltas ou atrasos. Os motivos para esse comportamento podem ser variados.

Por isso, é muito improvável reduzir a taxa de absenteísmo a zero, já que não há como prever imprevistos, problemas de saúde e outras questões que prejudicam a pontualidade e a assiduidade dos funcionários.

Mesmo assim, os gestores ainda podem adotar algumas práticas para reduzir o registro excessivo de faltas e atrasos. Afinal, além de comprometer o rendimento do próprio profissional, esses problemas podem gerar insatisfação em outros membros da equipe e ainda prejudicar a produtividade da empresa.

Para evitar esses e outros problemas resultantes do absenteísmo, o primeiro passo é entender os motivos por trás das faltas e atrasos.

Assim, a empresa pode definir estratégias mais eficientes para lidar com as razões passíveis de serem solucionadas e minimizar o impacto dos imprevistos na rotina dos funcionários e do próprio negócio.

 

Quais são os tipos de absenteísmo no trabalho?

Para que a empresa entenda como reduzir o problema do absenteísmo no trabalho, ela precisa conhecer o que motiva esse comportamento, certo?

Como explicamos, nem sempre as faltas e atrasos são inevitáveis, já que imprevistos acontecem. Mas isso não significa que os gestores devem ignorar outras razões que motivam as faltas e atrasos.

Por esse motivo, é importante entender os diferentes tipos de absenteísmo antes de definir uma estratégia para lidar com o problema. Mas quais são esses tipos? Conheça cada um deles abaixo:

    • Absenteísmo justificado: está relacionado à falta justificada, quando o funcionário informa à empresa o motivo da sua ausência;
    • Absenteísmo injustificado: está relacionado à falta injustificada, quando o funcionário não explica o motivo da falta ou atraso para a empresa;
    • Presenteísmo: quando o funcionário comparece ao trabalho, mas tem baixa produtividade. Isso ocorre porque ele não consegue desempenhar suas funções de forma satisfatória em função de problemas pessoais ou de saúde.

 

Exemplos de causas do absenteísmo no trabalho

Ainda tem dúvidas sobre as causas do absenteísmo no trabalho? Como explicamos, existem vários motivos que contribuem para o registro de faltas e atrasos. Aqui estão alguns exemplos que motivam esse comportamento.

    • Problemas de saúde relacionados à empresa: a gestão deve ficar atenta a queixas comuns entre os funcionários, que podem contribuir para o desenvolvimento de doenças ocupacionais, como síndrome de Burnout, entre outras;
    • Cultura organizacional problemática: gera desmotivação, falta de integração, baixo engajamento, dificuldades de relacionamento com a equipe, entre outros problemas;
    • Estresse elevado: pode ser resultante do excesso de pressão por entregas e sobrecarga de trabalho, por exemplo, e contribui para o aparecimento de doenças ligadas à saúde mental.

 

Como reduzir o absenteísmo no trabalho?

Agora que você já sabe o que é absenteísmo e quais são suas causas, está na hora de conhecer algumas dicas que ajudam a reduzir o problema.

Confira a seguir 5 dicas de como reduzir o absenteísmo no trabalho.

    1. Melhore a cultura da empresa;
    2. Monitore o clima organizacional;
    3. Invista em um bom plano de carreira;
    4. Valorize os seus funcionários;
    5. Melhore a gestão dos seus funcionários.

Como agora você já entende o que é absenteísmo, confira as dicas de como reduzir esse indicador em maiores detalhes a seguir.

1- Melhore a cultura da empresa

A cultura organizacional se refere à identidade, valores, políticas e práticas adotadas na gestão não só do ambiente de trabalho, mas também do relacionamento entre os funcionários.

Caso a cultura da empresa seja conivente com comportamentos e atitudes que dificultam o trabalho em equipe, prejudicam as relações e que atrapalham o bem-estar e produtividade dos profissionais, existem grandes chances do negócio sofrer com problemas ligados ao absenteísmo.

Caso os gestores ou o setor de Recursos Humanos (RH) perceba a existência desse tipo de problema, é fundamental começar a agir para resolver o problema.

Para isso, a empresa deve atualizar, reforçar e estimular uma cultura organizacional que preza pela ética, comunicação assertiva, respeito, trabalho em equipe, entre outros valores que aumentam a satisfação com o ambiente de trabalho e o engajamento dos funcionários.

2- Monitore o clima organizacional

Uma das formas de verificar se a cultura da empresa tem falhas é monitorar o clima organizacional do negócio. Ou seja, os gestores devem acompanhar como está a percepção dos funcionários em relação ao ambiente de trabalho.

Para isso, vale a pena aplicar regularmente pesquisas para medir engajamento e o clima organizacional da empresa. Assim, fica fácil entender como os colaboradores enxergam a empresa, qual sua relação com o negócio, o que precisa ser melhorado e o que deve ser continuado.

Além disso, é importante avaliar os feedbacks fornecidos pelos funcionários, já que isso também permite que os gestores entendam como está o clima organizacional do negócio.

Assim, caso seja registrado algum problema, a empresa pode adotar medidas para solucionar suas falhas e melhorar o ambiente de trabalho.

3- Invista em um bom plano de carreira

A falta de perspectivas e o sentimento de desvalorização no trabalho são alguns dos motivos que contribuem para o absenteísmo. Uma das estratégias mais eficientes para lidar com esses problemas é construir um bom plano de carreira para os funcionários.

Com isso, a empresa sinaliza que está disposta a investir no crescimento dos seus trabalhadores e a reconhecer os profissionais comprometidos com a qualidade e a entrega dos seus trabalhos.

Assim, a empresa mostra que valoriza os bons funcionários e os incentiva a serem mais produtivos, pontuais e assíduos no desempenho de suas funções, reduzindo o absenteísmo.

4- Valorize seus funcionários

Além das práticas anteriores, existem outras estratégias que podem ser utilizadas para aumentar o engajamento e o comprometimento dos funcionários em relação à empresa.

Essas estratégias têm como foco a motivação dos trabalhadores e a criação de um sentimento de valorização no trabalho. Para isso, a empresa pode adotar práticas como:

          • Ofereça treinamento e capacitações para estimular o desenvolvimento contínuo de seus funcionários;
          • Invista na estrutura do local de trabalho, oferecendo boas condições de ventilação, iluminação e higiene, bem como móveis ergonômicos e mais confortáveis, e ferramentas de trabalho adequadas;
          • Melhore a comunicação interna, adotando canais de comunicação mais compatíveis com o perfil da equipe e incentivando a troca de ideias e a concessão de feedbacks;
          • Ofereça um plano de benefícios para motivar os funcionários a continuarem na empresa. Esse plano pode ter vantagens como day off no aniversário, bonificação por meta batida, promoções, viagens, entre outros benefícios.

5- Melhore a gestão do seu negócio

Por fim, é importante lembrar do papel da gestão no engajamento e nos resultados da empresa.

Bons líderes e gestores devem ser capazes de administrar projetos e delegar tarefas de modo eficiente, considerando os potenciais, as limitações e carga de trabalho de cada membro da equipe.

Pressionar o funcionário para que ele aumente suas entregas e melhore os resultados, mas sem oferecer as condições necessárias para isso, pode gerar estresse e frustração, aumentando o absenteísmo.

Isso também pode ocorrer caso os líderes e gestores não reconheçam o trabalho da equipe, não saibam se comunicar de forma assertiva, nem forneçam feedbacks aos funcionários.

Por esse motivo, é importante que os profissionais que ocupam cargos de gestão e liderança também sejam treinados para alinhar suas ações com a cultura da empresa, valorizar os colaboradores e melhorar o clima organizacional do negócio.

 

Conclusão

O absenteísmo no trabalho é um problema que pode ser reduzido desde que a empresa esteja disposta a adotar algumas estratégias e modificar um pouco da sua política.

Em um primeiro momento, essas mudanças podem até dar um certo trabalho, mas seus resultados no engajamento, comprometimento e produtividade dos funcionários recompensam o esforço.

Por isso, se sua empresa sofre com uma alta taxa de absenteísmo, está na hora de investigar o problema e começar a agir. Agora que você sabe o que é absenteísmo no trabalho e como reduzir esse indicador, coloque em prática as dicas para melhorar esse indicador estratégico do negócio.

Inclusive, é muito comum que problemas de absenteísmo sejam decorrentes de contratações equivocadas. Precisa de ajuda para contratar assertivamente e reduzir o absenteísmo em seu negócio? Entre em contato com a equipe da Sim Carreira e veja como simplificar essa jornada!

O que é absenteísmo no trabalho

CEO de Empresa de Recrutamento e Seleção e Headhunter Especializado

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Política de Cookies
Utilizamos cookies em nosso site para oferecer a você a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas e ajudando a economizar dados. Ao clicar em “Aceitar Cookies”, você concorda com o uso de cookies. Mais informações podem ser encontradas na Política de Privacidade do Site.