Funcionário Bumerangue: retorno ao empregador

O que é funcionário bumerangue

Você já ouviu falar em funcionário bumerangue? Durante décadas, um tabu que rondava as empresas era: o profissional que saia da organização não poderia voltar mais. Essa política (dependendo do processo de rescisão), muitas vezes era carregada de mágoas e um desejo de não precisar mais daquela pessoa e de encontrar um substituto ainda melhor para ocupar o cargo.

Porém, com a falta de mão-de-obra qualificada, muitas empresas estão revendo esse conceito e passando a considerar uma nova chance para os bons profissionais que saíram e desejam voltar. Seja por não terem se adaptado à nova instituição ou por se decepcionarem e perceberem que a troca não valeu a pena.

Enfim, se o talento saiu e deixou as portas abertas, por que não pensar em ter de volta alguém que agrega tanto ao negócio?

Neste conteúdo, vamos entender sobre o funcionário bumerangue, como funciona e os benefícios que essa prática pode oferecer para as empresas, para os colaboradores que estão voltando e para as equipes. Confira!

 

Funcionário bumerangue

A pandemia transformou o mercado, as dinâmicas organizacionais mudaram, o relacionamento entre empregado e empregador evoluiu e muitos profissionais começaram a repensar os seus objetivos e a buscar uma melhor oportunidade no mercado.

Assim, ocorreu a grande resignação no Brasil em que as pessoas começaram a se desligar de seus trabalhos em larga escala para buscar por novas e melhores oportunidades.

Porém, muitos dos profissionais que tentaram uma movimentação perceberam que a grama do vizinho não era mais verde, se arrependeram de terem saído e estão avaliando voltar para seus antigos empregadores.

Considerando que o mercado está cada vez mais competitivo, muitas empresas também passaram a adotar práticas de recontratação. Existem empresas que avaliam recontratar quando o profissional demonstra desejo em reingressar na empresa, e até mesmo organizações que monitoram os seus ex-colaboradores no  LinkedIn e não hesitam em realizar uma nova proposta para ter o talento de volta.

O funcionário bumerangue é o profissional que se desliga da empresa, mas que em determinado momento, volta a trabalhar para o seu antigo empregador.

A percepção do funcionário bumerangue tem evoluído bastante, tanto para o profissional quanto para a empresa, e essa prática tem se tornado cada vez mais comum. Por isso, é importante entender as vantagens e desvantagens dessa recontratação do funcionário bumerangue.

 

Medidas antes de adotar a contratação-bumerangue

Quando a empresa opta por recontratar um colaborador precisa estar ciente de que essa não será uma tarefa tão fácil quanto se imagina.

Afinal, mesmo que essa seja uma excelente estratégia para a empresa, é fundamental que toda a organização esteja ciente de que essa prática tem regras a serem cumpridas e que o processo deve ser muito bem estudado antes de ser aplicado.

funcionário bumerangue

Mudanças na política interna

O primeiro passo é estruturar a política interna, estabelecendo prazos, regras e meios de contratação. Afinal, não é porque o profissional deseja voltar que será possível ou benéfico. Políticas internas ajudam a padronizar regras de regresso.

Comunicação transparente

É fundamental que todos os colaboradores estejam cientes dessa prática e sobre as regras para a contratação de ex-funcionários, isso para evitar ruídos desnecessários e impactos no clima organizacional e no engajamento da equipe do profissional que saiu e quis voltar.

Ainda é essencial realinhar expectativas com o profissional regressando para evitar que os motivos que o levaram a sair se repitam, e demonstrar como as coisas mudaram no período que o profissional estava ausente.

Análise das equipes

É necessário entender a forma e cargo para o qual o funcionário bumerangue está retornando ao reingressar na empresa. Antes que a contratação aconteça, o RH precisa analisar a faixa salarial e realizar possíveis readequações para não prejudicar a sua estrutura de cargos e salários.

Ajustar o processo admissional

Mesmo quando o profissional já atuou na empresa é preciso deixar claro que ele passará pelas etapas do onboarding, para que esteja alinhado com os novos processos, desafios e diretrizes da empresa.

Vantagens e desvantagens da contratação-bumerangue

Como toda estratégia, a contratação do funcionário bumerangue tem vantagens e desvantagens que devem ser consideradas antes de serem colocadas em prática.

 

Vantagens e Desvantagens

 

Vantagens para a empresa

      • aumento da competitividade, com a recontratação de profissionais especializados;
      • desburocratização na admissão, pois o RH não vai precisar utilizar todos os recursos e etapas do processo seletivo para admissão do individuo.
      • Rápida curva de aprendizado do novo escopo e segurança do fit cultural já que o profissional já conhece bem a empresa.
      • fortalecimento da marca empregadora: geralmente os profissionais que pedem para voltar reconhecem que a empresa é um ótimo lugar para trabalhar e isso é fundamental para atrair e reter os melhores talentos.

Desvantagens para a empresa

      • pode ocorrer um estremecimento no clima organizacional, devido ao retorno de um antigo profissional;
      • o colaborador recontratado também tem pontos fracos e eles podem ser difíceis de serem minimizados, prejudicando, principalmente, os relacionamentos interpessoais e o trabalho em equipe.
      • profissional pode voltar com hábitos antigos ou uma mentalidade presa no passado.
      • motivos que levaram profissional a sair podem se repetir.

 

Vantagens para o profissional

      • conhece a empresa e sua ambientação é mais rápida;
      • o talento chega com a motivação profissional alta e produz mais e com qualidade superior;
      • a empresa confia em seu trabalho e o colaborador se sente seguro na função exercida;
      • networking interno e conhecimento de dinâmicas de trabalho

Desvantagens para o profissional

      • ao retornar a pessoa pode receber menos atenção e apoio
      • muitas coisas podem ter mudado e isso pode gerar dificuldades de adaptação
      • demais colaboradores podem ter uma certa resistência com a contratação ou até mesmo um sentimento de abandono ou traição.

 

Conclusão

A prática do funcionário bumerangue, do profissional que retorna ao seu antigo empregador, tem se tornado cada vez mais comum.

Porém, assim como qualquer contratação, seja por recrutamento interno ou externo, a contratação de um funcionário bumerangue tem vantagens e desvantagens. O funcionário bumerangue pode trazer muitos benefícios para a empresa, mas caso a recontratação não seja feita com cuidado, também pode trazer diversos problemas para o indivíduo e para a organização.

Por tanto, é importante que a empresa tenha políticas claras quanto a recontratação de ex-funcionários e que o próprio profissional tenha a clareza dos motivos que o levam a voltar ao seu antigo empregador.

Gostou do nosso artigo e deseja se aprofundar ainda mais? Leia nosso artigo: “8 dicas de como aumentar sua empregabilidade” e esteja pronto para trabalhar onde e como quiser.

funcionário bumerangue

CEO de Empresa de Recrutamento e Seleção e Headhunter Especializado

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Política de Cookies
Utilizamos cookies em nosso site para oferecer a você a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas e ajudando a economizar dados. Ao clicar em “Aceitar Cookies”, você concorda com o uso de cookies. Mais informações podem ser encontradas na Política de Privacidade do Site.