EnglishPortugueseSpanish
EnglishPortugueseSpanish

Como fazer um currículo quando não se tem experiência profissional?

Como fazer um currículo quando não se tem experiência profissional

O dilema já é conhecido: as empresas exigem experiência dos candidatos que estão em busca de uma oportunidade, mas você precisa ter essa oportunidade justamente para adquirir experiência, então, você se pergunta: como fazer um currículo quando não se tem experiência profissional?

Como fazer um currículo quando não se tem experiência profissional

Bom, primeiramente, não se desespere, pois o fato de você não ser experiente em uma determinada área ou não possuir habilidades específicas não anula a possibilidade de fazer um currículo convincente e que te levará a conseguir entrevistas e uma eventual contratação. Por isso, se a sua dúvida é “como fazer um currículo se não tenho experiência?”, confira agora algumas dicas da Sim Carreira que certamente vão te ajudar!

Inicie com um objetivo

Tenha em mente o que você busca para sua carreira. Para isso, é importante estar ciente das áreas em que você gostaria de atuar. Essas áreas podem ser listadas para dar um direcionamento ao recrutador do que você busca. Inclusive, as experiências acadêmicas e projetos que trouxer ao longo do currículo, devem suportar esse direcionamento de carreira.

Faça uma breve apresentação

Utilizando-se de algumas frases, você pode fazer um pequeno resumo sobre você no início do currículo, a depender da situação. Caso opte por incluir essa seção, é importante destacar as suas competências e experiências que te diferenciam de forma resumida e objetiva. Não pense no que a empresa tem a lhe oferecer, mas sim como você pode agregar para o crescimento da empresa. Essa pequena declaração que resume as suas qualificações poderá chamar a atenção do recrutador e é a primeira dica de como fazer um currículo quando não se tem experiência profissional.

Escolha o tipo de currículo

Você pode e deve se atentar ao modelo de currículo escolhido, pois não existe apenas um tipo:

  • currículo cronológico: o candidato informa a experiência de trabalho em ordem cronológica (a mais recente primeiro e depois as mais antigas), o que facilita entender a evolução da carreira e experiências ao longo do tempo.
  • currículo funcional: o candidato faz agrupamento de suas atividades por temas, como projetos acadêmicos e atividades extracurriculares, que irão demonstrar as habilidades e qualificações desenvolvidas.

Ambos formatos podem ser utilizados, porém a segunda opção tende a ser melhor para candidatos em início de carreira, que almejam uma oportunidade de jovem aprendiz, programa de estágio, programa de trainee, ou serem efetivados em um primeiro emprego, mas que não sabem o que fazer quando não se tem experiência profissional.

Inclua suas atividades extracurriculares e habilidades

A próxima dica de como fazer um currículo quando não se tem experiência profissional é pensar e descrever as atividades que você desenvolveu e os resultados que conquistou até o momento. Elas demonstrarão a suas competências para o recrutador. Lembre-se, porém, de que não é preciso citar todo os projetos e atividades extracurriculares que você realizou. Você deve trazer as experiências mais relevantes, que agregaram para o seu crescimento e aprendizado, que servem para uma boa narrativa na hora da entrevista e que estejam alinhadas com o direcionamento que você está dando para o início da sua carreira. Caso as possua, não se esqueça de incluir as suas realizações em grupos estudantis ou trabalhos voluntários!

Palavras-chave no Currículo

Você sabia que muitas empresas rastreiam candidatos por currículos que possuem palavras-chave relacionadas à vaga? Bem, agora que você está ciente disso, a dica de como fazer um currículo quando não se tem experiência profissional é incluir algumas palavras-chave relacionadas à área que busca em seu currículo, de acordo com a vaga específica para a qual irá se candidatar, aumentando as suas chances de ser chamado para uma entrevista de emprego!

Atente-se a possíveis erros

Ao finalizar seu currículo profissional, revise as informações e veja se não há erros de Português ou quaisquer outros detalhes que comprometam o currículo, como informações repetidas ou de difícil compreensão. Faça uma revisão em outro momento e peça para alguém dar uma segunda olhada. É sempre importante ter um olhar fresco para garantir que o seu CV esteja atrativo, de fácil leitura e compreensão! Inclusive, o mais indicado para garantir a atratividade do CV é a avaliação e o apoio de profissionais qualificados, como os especialistas da Sim Carreira!

Concluindo…

O recrutador entende que alguém no início de carreira ainda não terá desenvolvido tantas competências técnicas, já que não teve a oportunidade de desenvolvê-las no trabalho. Por isso, o seu potencial, a sua atitude e capacidade de aprendizado são de extrema importância. Demonstre através de suas experiências pessoais, acadêmicas e extracurriculares toda o seu interesse, iniciativa e capacidade de aprender, superando os desafios que apareceram ao longo do caminho, sabendo trabalhar em equipe, e conseguindo exemplificar suas realizações.

Depois de conseguir o emprego, nunca deixe de investir em você mesmo. Continue sempre aprendendo, se desenvolvendo e atualizando o seu currículo, que é a parte inicial da sua apresentação profissional. Aos poucos, a soma das suas atividades irá lhe proporcionar uma experiência sólida no mercado de trabalho e te deixará pronto para um próximo passo na sua carreira.

Portanto, caso ainda não tenha experiência profissional, não entre em pânico! Procure a Sim Carreira para te auxiliar a elaborar um currículo que demonstre as suas competências e todo o seu potencial para a organização em que você deseja entrar.

Precisa de ajuda?