EnglishPortugueseSpanish
EnglishPortugueseSpanish

Intraempreendedorismo nas empresas e sua importância

Você já pensou que é possível empreender e colocar em prática todas as competências necessárias para abrir um novo negócio dentro de organizações já estabelecidas? Talvez consiga concretizar seus sonhos por meio do intraempreendedorismo nas empresas.
Intrapreendedorismo-nas-empresas

Você já pensou que é possível empreender e colocar em prática todas as competências necessárias para abrir um novo negócio dentro de organizações já estabelecidas? Talvez consiga concretizar seus sonhos por meio do intraempreendedorismo nas empresas.

Muitas pessoas sonham em abrir seu próprio negócio, em ser seu próprio chefe, administrar o tempo conforme as suas necessidades e eventualmente alcançar uma certa qualidade de vida na carreira. Empreender e construir um novo negócio, porém, é bastante desafiador, possui inúmeros riscos e é constatado que a grande maioria dos novos negócios vão a falência. Dessa forma, o intraempreendedorismo nas empresas também é uma boa alternativa.

Caso não tenha lido ou ouvido sobre intraempreendedorismo nas empresas, esse conceito é a aplicação de atitudes empreendedoras dentro de organizações existentes. Empresas estão observando e investindo com muito entusiasmo nesses talentos internos, agentes de mudança e agentes de transformação, que agregam com seus conhecimentos, iniciativa e vocação empreendedora no crescimento e adaptabilidade das organizações.

A seguir, vamos esclarecer as dúvidas sobre o intraempreendedorismo nas empresas e a importância de ser um profissional com esse perfil para os negócios. Confira!

 

Empreendedor

As características de pessoas com perfil empreendedor (estejam elas trabalhando ou não em uma empresa) é que elas são extremamente criativas, proativas, têm uma visão diferenciada do ambiente em que vivem e são capazes de identificar oportunidades, desenvolver um planejamento estratégico, um plano de negócios e executar se adaptando as diversas necessidades que aparecem.

Empreendedores tendem a ter uma tolerância maior ao risco, geralmente são mais otimistas e possuem alta adaptabilidade, capacidade de aprendizado, capacidade de influência, resiliência e são protagonistas nas mais diversas e adversas situações. Muitas vezes possuem um propósito específico e são obstinados em resolver determinado problema com uma solução diferenciada.

Ao criar uma ideia inovadora que resolva algum problema, abre uma empresa que ofereça soluções que agregam valor ao seu público alvo. Além da concepção do seu produto ou serviço, o empreendedor, como dono do seu negócio, precisa lidar com questões que vão além de sua solução. Precisará ter um conhecimento generalista e/ou conseguir sócios, empregados ou fornecedores que preencham lacunas essenciais em seu negócio como na área financeira, jurídica, contábil, comercial, marketing e operacional.

 

Intraempreendedor

O intraempreendedor é um profissional com atitudes empreendedoras, mas que atua internamente dentro de uma organização. Por estar dentro da organização, utilizam-se dos recursos da empresa e respondem para ela na posição de funcionário.

Muitas empresas possuem em sua cultura valores de empreendedorismo e fomentam áreas específicas ou esteiras de inovação para conseguirem se tornarem mais disruptivas no mercado. As empresas que criam um ambiente propicio para intraempreendedores se tornam na prática, financiadoras, incubadoras e aceleradoras para soluções que possam melhorar ou ampliar o seu próprio portfólio de negócios.

Ao mesmo tempo em que um empreendedor pode se tornar um proprietário e administrador de sucesso, o intraempreendedor poderá angariar o aprendizado do empreendedorismo com menor risco por estar em um ambiente com mais recursos. O profissional com perfil empreendedor dentro de uma organização consegue exercer suas competências de intraempreendedor nas empresas e trilhar uma carreira de sucesso nos diversos cargos que vier ocupar.

 

A importância do intraempreendedorismo nas empresas

O intraempreendedorismo nas empresas aumenta a performance das organizações e favorece as chances de lançamentos disruptivos capazes de trazer ganhos significativos. Empresas que conseguem encorajar esses profissionais empreendedores e agentes de transformação, tendem no longo prazo a obterem melhores resultados e serem mais bem sucedidas.

Empresas que atuam como facilitadoras conseguem obter profissionais engajados e envolvidos assim como de alta performance. Independentemente do tamanho da empresa, quando gestores incentivam atitudes empreendedoras em seus colaboradores e adotam um modelo de gestão aberto, a equipe passa a perceber possíveis erros mais rapidamente e ao invés de insistir nos erros, conseguem redefinir o rumo adaptando e criando melhores soluções.

As instituições que adotam o intraempreendedorismo e possuem equipes com esse perfil são recompensadas da seguinte forma:

  • criação ou inovação de processos, produtos, serviços e/ou modelos de negócios;
  • competitividade interna saudável e cooperação entre os colaboradores;
  • motivação profissional para adquirir novos conhecimentos e habilidades e colocá-los em prática;
  • atingimento de metas organizacionais com mais eficiência;
  • fortalecimento da marca empregadora e aumento na retenção dos talentos.

 

Com tantos benefícios fica difícil não pensar em táticas para potencializar essa estrutura dentro da organização. Por isso, vejamos formas de desenvolver o intraempreenedorismo nas empresas.

Formas de desenvolver o intraempreendedorismo nas empresas

Tão importante quanto conhecer e incentivar os profissionais internos que têm características empreendedoras é potencializar essa ação em toda a organização de tal forma que seja enraizada na cultuar e para que os benefícios apareçam o quanto antes.

Mas como fomentar esse processo de intraempreendedorismo nas empresas?

 

  1. Encoraje novas iniciativas

Cafézinhos e atividades interdisciplinares devem ser incentivadas e tendem a estimular um pensamento fora da caixa. Uma estrutura formal para encorajar colaboradores a proporem novas ideias e oportunidades de melhoria reforça a cultura e se torna um processo de cocriação.

 

  1. Conceda tempo e liberdade

Projetos de inovação tendem a não ser linear. Dessa forma, tempo e liberdade é essencial na concepção e testes.

 

  1. Não condene erros ou fracassos

Ao repreender erros e colocar fracassos no holofote, a empresa inibe inovação. Estimule o aprendizado e encoraje atitudes empreendedoras para fomentar o intraemprendedorismo nas empresas.

 

  1. Crie uma rede de suporte

É fundamental que os intraempreendedores nas empresas tenham com quem contar. Profissionais com cargos estratégicos são ótimos mentores que podem apoiar no networking interno e externo, assim como ajudar no direcionamento de acordo com a necessidade de cada projeto. Squads com equipes interdisciplinares e multifuncionais também podem contribuir com visões diferenciadas e complementares.

 

  1. Programe treinamentos

Para desenvolver novos produtos ou serviços dentro de uma organização de forma estruturada, como através de esterias de inovação, é necessário que o profissional conheça metodologias e ferramentas.

A utilização do design thinking e metodologias ágeis pode auxiliar para que o colaborador considere, com inteligência, todas as possibilidades e alternativas para oferecer o melhor para o seu público final.

 

  1. Invista na comunicação

Para que o intraempreendedorismo nas empresas seja um diferencial e executado com qualidade nas organizações é necessário que a comunicação interna seja transparente e aberta, de forma que todos os colaboradores se sintam confortáveis em expressar suas opiniões e fornecer feedbacks sem qualquer tipo de recriminação. Perfis intraempreendedores são pessoas que preferem estar em empresas que as desafiam e as estimulam serem melhores.

 

Empreender ou Intraempreender

Empreender exige competências do profissional que podem ser muito bem aproveitas na criação do seu negócio ou dentro de organizações estabelecidas quando o profissional aplica seus conhecimentos como um intraempreendedor nas empresas. Seja como proprietário empreendedor ou funcionário de alguma organização, atitudes empreendedoras podem elevar a sua performance e trazer maiores benefícios para sua carreira, seja ela em sua empresa ou no seu empregador.

Gostou do nosso conteúdo? Siga-nos pelas redes sociais (Facebook, Instagram, LinkedIn, YouTube) e fique por dentro de todas as novidades sobre o mercado de trabalho!

 

Precisa de ajuda?