Como profissionalizar empresa familiar

Como profissionalizar empresa familiar

Será que está na hora de profissionalizar a empresa familiar? Normalmente, essa dúvida surge em momentos decisivos da trajetória da empresa, quando os proprietários precisam definir estratégias eficientes para promover o crescimento do negócio.

Uma dessas estratégias é a profissionalização da empresa familiar, processo que vai além da simples contratação de profissionais externos ou da adoção de práticas rígidas de mercado.

Assim como outras mudanças empresariais, profissionalizar esse tipo de negócio exige planejamento e estratégia. Caso contrário, tanto os proprietários quanto a empresa podem ser prejudicados financeiramente e, no caso das pessoas, até mentalmente.

Para te ajudar a evitar esses problemas, neste artigo, explicaremos por que, quando e como profissionalizar a empresa familiar de forma eficiente e garantir uma transição bem-sucedida.

Profissionalizar não significa tirar a família da gestão

Antes de tirar suas dúvidas sobre profissionalizar empresa familiar, é importante acabar com um dos maiores medos de proprietários desse tipo de negócio. Ao contrário do que muitos imaginam, profissionalizar não significa tirar a família da gestão ou administração da empresa.

Em vez disso, o objetivo é criar estratégias e práticas capazes de orientar decisões com base em dados e critérios técnicos, não em laços familiares e emoções.

Isso significa deixar de tomar decisões baseados apenas nas opiniões de pessoas da família que atuam na gestão do negócio e passar a considerar análises, relatórios e pareceres de especialistas.

Para atingir esse objetivo, não é necessário que as pessoas da família abandonem seus cargos de gestão.

No entanto, é importante que elas atendam os requisitos necessários para ocupar cargos de gestão, respeitem a cultura organizacional e estejam dispostas a dialogar e ouvir profissionais mais experientes em determinadas áreas.

Vale lembrar que, dependendo da história e da área de atuação da empresa, manter membros da família na administração até contribui para a estabilidade do negócio.

Afinal, a presença e colaboração desses membros pode ajudar a tranquilizar acionistas, funcionários, clientes e fornecedores sobre o funcionamento, os resultados e a produção da empresa.

Por isso, demitir os colaboradores familiares nem sempre é uma decisão favorável à profissionalização do negócio.

Por que profissionalizar a empresa familiar?

Os estudos mostram que profissionalizar uma empresa familiar pode ser essencial para garantir a continuidade e crescimento do negócio a longo prazo.

Segundo uma pesquisa realizada pela FDC Empresas, 71% das empresas brasileiras têm controle familiar. No entanto, enquanto quase 90% dos negócios são de primeira e segunda geração, somente 10% deles estão na terceira geração.

Isso mostra que a maioria das empresas familiares que estão em funcionamento foram fundadas por pessoas que ainda estão na liderança do negócio ou por seus filhos.

Em compensação, poucas empresas familiares conseguiram permanecer abertas e competitivas ao longo do tempo.

Esses números indicam a dificuldade de empresas familiares garantirem sua longevidade no mercado. Um dos motivos para isso é justamente a falta de profissionalização.

Por conta disso, elas enfrentam problemas na criação de planejamentos estratégicos, processos sucessórios bem definidos, tomadas de decisão assertivas, entre outras ações necessárias para garantir uma gestão eficiente da empresa.

Por outro lado, a pesquisa da FDC mostra que as empresas familiares com crescimento de faturamento compartilham algumas características em comum.

Plano estratégico, transparência, governança corporativa, comunicação e contribuição de um conselho consultivo são alguns elementos que contribuem para o sucesso desse tipo de negócio.

Portanto, profissionalizar essas empresas não apenas favorece o seu crescimento, mas também pode ser fundamental para a continuidade e sustentabilidade do negócio a longo prazo.

Quando profissionalizar a empresa familiar?

O momento certo para profissionalizar uma empresa familiar deve ser escolhido com base em uma análise cuidadosa dos benefícios e desafios envolvidos nesse processo.

Geralmente, os proprietários investem na profissionalização do negócio quando a empresa começa a apresentar um crescimento significativo, mas não tem pessoal nem a expertise necessária para sustentar esse aumento da demanda.

Essa decisão também pode ser tomada quando os proprietários decidem investir na expansão do negócio, seja entrando em novos mercados e abrindo novas unidades, por exemplo.

Nesse caso, profissionalizar a gestão ajuda a tornar esse processo de expansão mais eficiente e auxilia o negócio a se tornar mais competitivo, aumentando suas chances de gerar resultados positivos.

A profissionalização também é o caminho mais fácil para atrair investidores, acessar crédito junto a instituições financeiras e formalizar parcerias estratégicas. Tudo isso também contribui para a expansão e manutenção do crescimento do negócio.

Vale lembrar que profissionalizar a empresa também reduz conflitos familiares e problemas de gestão que estão afetando a eficiência do negócio.

Como profissionalizar uma empresa familiar?

A profissionalização de uma empresa é um processo complexo, que envolve várias etapas e utiliza diferentes estratégias.

Esse processo pode ser conduzido com diferentes metodologias. Geralmente, elas incluem as seguintes etapas:

  • Criação de estruturas formais de governança corporativa, como conselho de administração e conselho consultivo;
  • Definição das responsabilidades de todos os membros da família que atuam na gestão do negócio, evitando sobreposição de funções e conflitos de interesse;
  • Contratação de talentos capacitados para assumir cargos estratégicos na empresa;
  • Criação de um plano de sucessão familiar;
  • Investimento em programas de desenvolvimento de liderança e em estratégias de retenção de talentos;
  • Definição de indicadores-chave de desempenho (KPIs) para monitorar o progresso e avaliar o sucesso da empresa;
  • Definição de uma cultura organizacional clara;
  • Adoção de sistemas, metodologias e tecnologias modernas para otimizar processos operacionais e aumentar a capacidade de análise e tomada de decisão baseada em dados.

É importante lembrar que esse processo exige que os proprietários e sócios das empresas estejam dispostos a se adaptar às novas realidades do mercado e a fazer as mudanças necessárias para atingir esse objetivo.

E contar com o apoio de uma consultoria de RH pode facilitar esse processo.

Quer entender o porquê? Entre em contato com a equipe da Sim Carreira e veja como podemos te ajudar nessa jornada!

CEO de Empresa de Recrutamento e Seleção e Headhunter Especializado

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Política de Cookies
Utilizamos cookies em nosso site para oferecer a você a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas e ajudando a economizar dados. Ao clicar em “Aceitar Cookies”, você concorda com o uso de cookies. Mais informações podem ser encontradas na Política de Privacidade do Site.