Short Friday: o que é e como funciona

Short Friday

Você já ouviu falar em short Friday? Muitas das empresas descobriram que para ter equipes de alta performance e profissionais engajados, é necessário também proporcionar um bom clima organizacional e bem-estar aos seus colaboradores.

Para isso, muitas empresas estão buscando oferecer benefícios que vão além de um pacote de remuneração competitivo. Uma das estratégias que vem ganhando força entre excelentes organizações para se trabalhar, e sendo oferecida como benefício aos colaboradores, é “encurtar” a sexta-feira.

Ficou curioso sobre essa prática e seus impactos na empresa? Então continue a leitura e saiba tudo sobre a short Friday!

 

O que é Short Friday?

A expressão “sexta-feira curta” ou “short Friday” nas organizações geralmente se refere a uma prática em que os funcionários têm a oportunidade de encerrar a jornada de trabalho mais cedo às sextas-feiras.

Isso pode ser parte de uma política de flexibilidade no horário de trabalho, reconhecendo o esforço e a dedicação dos funcionários ao longo da semana.

A ideia por trás da sexta-feira curta é promover um equilíbrio entre vida pessoal e profissional, proporcionando aos funcionários a chance de começar o fim de semana mais cedo. Isso pode contribuir para um ambiente de trabalho mais saudável, aumentando o engajamento e a satisfação dos colaboradores.

É importante notar que a implementação de uma sexta-feira curta pode variar de empresa para empresa e dependerá das políticas e práticas específicas de cada organização.

Algumas empresas podem oferecer a sexta-feira curta como um benefício regular, enquanto outras podem adotá-la de forma sazonal ou como reconhecimento por metas alcançadas.

 

Como funciona?

A implementação da short Friday nas empresas pode variar dependendo das políticas específicas de cada organização.

Porém, no geral, os funcionários têm a oportunidade de encerrar o expediente mais cedo na short Friday. Isso pode envolver uma redução de uma ou mais horas no horário de trabalho padrão.

Algumas empresas oferecem flexibilidade aos funcionários para escolherem quando desejam iniciar e encerrar o trabalho na sexta-feira, desde que cumpram o número de horas acordado. Isso permite que os funcionários personalizem seu horário de acordo com suas necessidades.

Geralmente, as organizações estabelecem regras claras e acordos para garantir que a produtividade e a eficiência não sejam comprometidas. Isso pode incluir a definição de um horário específico de início e término, bem como a comunicação eficaz entre os membros da equipe.

A adoção da short Friday muitas vezes reflete a cultura de trabalho da empresa, destacando o valor atribuído ao equilíbrio entre vida profissional e pessoal, bem como o reconhecimento do esforço e desempenho dos funcionários ao longo da semana.

 

A short Friday é permitida pela CLT?

As leis trabalhistas brasileiras estabelecem regras relacionadas à jornada de trabalho, horas extras, intervalos e condições de trabalho, mas não especificam um dia para a implementação de uma jornada reduzida.

Para que esse benefício esteja em conformidade com a lei, o empregador deverá negociá-lo com o sindicato da classe, que será lançado no acordo coletivo.

Caso a empresa tenha uma gestão humanizada e uma cultura favorável poderá reconhecer o benefício em sua política interna e arcar com os custos das horas não trabalhadas.

Ainda, a empresa pode optar por não arcar com os custos das horas não trabalhadas, e ao invés de cedê-las ao funcionário, redistribuir as horas de trabalho para outros dias da semana ou abater do banco de horas do profissional.

Lembrando que, profissionais em cargo de confiança ou que atuam de forma remota podem não ter a carga horária controlada (conforme a CLT).

 

Quais são os benefícios da short Friday para as empresas?

A implementação da sexta-feira curta na empresa pode trazer vários benefícios, tanto para os funcionários quanto para a própria organização.

Destacamos alguns benefícios importantes:

Melhoria do bem-estar dos funcionários

Ao proporcionar aos funcionários a oportunidade de encerrar a semana mais cedo, a empresa demonstra um compromisso com o equilíbrio entre vida pessoal e profissional, contribuindo para o bem-estar dos colaboradores.

short friday

Aumento da satisfação e engajamento

Oferecer flexibilidade no horário de trabalho, como a short Friday, pode aumentar a satisfação e o engajamento dos funcionários. Isso pode resultar em uma equipe mais motivada e produtiva.

Redução do absenteísmo

Funcionários que se sentem valorizados e que têm flexibilidade no trabalho podem estar menos propensos ao absenteísmo. A sexta-feira curta pode contribuir para um ambiente de trabalho mais saudável. Consequentemente, reduzir as faltas ao trabalho.

Atração e retenção de talentos

Oferecer benefícios como a short Friday pode tornar a empresa mais atrativa para novos talentos e ajudar na retenção de funcionários. Profissionais muitas vezes valorizam organizações que promovem um equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.

Melhoria da produtividade

Funcionários descansados e motivados tendem a ser mais produtivos durante o tempo em que estão no trabalho. Uma sexta-feira curta pode resultar em uma melhor concentração e desempenho.

Criação de um ambiente positivo

A implementação de práticas que demonstram preocupação com o bem-estar dos funcionários contribui para a criação de um ambiente de trabalho positivo. Isso, por sua vez, pode fortalecer a cultura organizacional.

Inovação e criatividade

Funcionários mais satisfeitos e equilibrados emocionalmente podem estar mais propensos a contribuir com ideias inovadoras e criativas para os desafios da empresa.

É importante notar que os benefícios podem variar dependendo da cultura da empresa, da natureza do trabalho realizado e das preferências dos funcionários.

 

Como implementar a short Friday?

A implementação da “sexta-feira curta” na empresa requer planejamento e comunicação cuidadosa para garantir uma transição suave e o alcance dos benefícios desejados.

Aqui estão algumas etapas que podem ajudar nesse processo:

 

10 etapas para implementar a short friday

1. Avalie a viabilidade

Antes de implementar a short Friday, avalie a viabilidade da mudança. Considere as necessidades operacionais da empresa, os impactos potenciais nos clientes e as atividades críticas que não podem ser interrompidas.

2. Comunique a intenção

Comunique claramente a intenção de implementar o benefício aos funcionários. Explique os motivos por trás da decisão, os resultados esperados e como a transição ocorrerá.

3. Estabeleça políticas claras

Defina políticas claras em relação à sexta-feira curta. Isso pode incluir o horário específico de início e término, a necessidade de cumprir a carga horária semanal, e qualquer processo para solicitar exceções.

4. Considere opções flexíveis

Se possível, ofereça opções flexíveis para os funcionários ajustarem seus horários de acordo com suas necessidades. Nem todos os funcionários podem se beneficiar igualmente de uma sexta-feira mais curta, então considerar diferentes modalidades pode ser benéfico.

5. Implemente gradualmente

Se a transição para a short Friday for uma mudança significativa, considere implementá-la gradualmente. Por exemplo, comece com uma sexta-feira por mês e, em seguida, aumente a frequência conforme a equipe se adapta.

6. Promova a comunicação interna

Estimule uma comunicação aberta durante o processo. Incentive os funcionários a compartilhar feedback sobre como essa redução está impactando seu trabalho e bem-estar.

7. Monitore o desempenho

Monitore o desempenho da equipe durante a implementação da sexta-feira curta. Avalie se os objetivos estão sendo atingidos e se estão sendo mantidos os padrões de qualidade e produtividade.

8. Realize ajustes se necessário

Esteja aberto a ajustes conforme necessário. Se houver desafios ou aspectos que precisem ser refinados, faça as alterações apropriadas para otimizar a eficácia desse benefício.

9. Avalie os resultados

Após a implementação completa, avalie os resultados. Considere realizar pesquisas de satisfação, analisar dados de produtividade e coletar feedback para avaliar os impactos e os benefícios da política de short Friday na empresa.

10. Celebre as conquistas

Celebre as conquistas e os benefícios alcançados com a short Friday. Reconheça o esforço da equipe e destaque os aspectos positivos da mudança.

Conclusão

A implementação bem-sucedida da short Friday requer comunicação efetiva, políticas claras e a consideração das necessidades operacionais da organização.

Afinal, ouvir os colaboradores e tentar oferecer benefícios considerados importantes para eles, é uma prática essencial para promover um ambiente de trabalho saudável, sustentável e bem-sucedido. Isso não apenas favorece os talentos individualmente, mas também contribui para o sucesso geral da organização.

Gostou do nosso conteúdo e precisa de mais dicas sobre bem-estar nas organizações?

Leia nosso artigo: “Wellness e wellbeing: qual a diferença” e siga a Sim Carreira nas redes sociais: LinkedIn, Instagram, Facebook, YouTube e Tik Tok.

short friday

CEO de Empresa de Recrutamento e Seleção e Headhunter Especializado

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Política de Cookies
Utilizamos cookies em nosso site para oferecer a você a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas e ajudando a economizar dados. Ao clicar em “Aceitar Cookies”, você concorda com o uso de cookies. Mais informações podem ser encontradas na Política de Privacidade do Site.