Foto no currículo: colocar ou não?

Foto no currículo

Colocar foto no currículo é um tema que ainda provoca controvérsias e gera muitos debates entre recrutadores e especialistas.

Apesar disso, é comum encontrar modelos de currículos online que sugerem a necessidade de adição de uma imagem de perfil do candidato.

Além da foto, esses modelos se destacam por serem mais modernos e chamativos, contribuindo para o seu sucesso entre os candidatos.

Mas será que vale a pena colocar a foto no currículo como esses modelos sugerem? O que fazer já que esse tema gera divergência até entre os melhores headhunters, recrutadores, job hunters e consultores de carreira?

Neste artigo, vamos responder essas perguntas e te ajudar a otimizar o seu currículo para conquistar sua vaga de emprego.

Continue a leitura!

 

Entenda por que colocar foto no currículo não é uma boa ideia

Apesar do tema ser controverso e de não haver consenso sobre os assuntos, a maioria dos especialistas no assunto reforça: não precisa colocar foto no currículo.

Confira abaixo 3 motivos que explicam por que o candidato não precisa ter foto no currículo:

    1. Pode causar vieses na avaliação;
    2. Tira o foco de informações mais relevantes;
    3. Existem outras formas de acessar sua imagem.

A seguir, entramos em maiores detalhes sobre esses 3 motivos que respondem se é melhor colocar foto no currículo ou não?

3 razões para não colocar foto no currículo

1. Pode causar vieses na avaliação

Embora colocar foto no currículo seja algo relativamente comum em alguns outros países, essa prática não é muito apreciada no Brasil.

Afinal, qualquer elemento que possa enviesar o julgamento do recrutador, ou seja, contribuir para uma análise imparcial e tendenciosa, pode te prejudicar enquanto candidato.

E nem sempre essa avaliação enviesada é fruto de uma decisão consciente do recrutador.

Isso porque o Brasil é um país muito diverso, mas que ainda enfrenta desafios como desigualdade e preconceitos muito enraizados.

E esse cenário cultural pode influenciar, mesmo que de forma inconsciente, a primeira fase do processo seletivo de candidatos.

Ou seja, se você quiser evitar o risco de fornecer uma informação que possa prejudicar a sua primeira avaliação, é melhor não adicionar a foto.

Uma foto no currículo, assim como colocar idade, estado civil, se têm ou não filhos, e endereço residencial, pode trazer informações ao recrutador que, levem a uma decisão discriminatórias e ilegal. Por isso, para reduzir as possibilidades de uma decisão pautada nos critérios errados, evite colocar a foto no currículo.

2. Tira o foco de informações mais relevantes

A foto no currículo também pode tirar o foco do recrutador das informações mais importantes do documento, que são suas experiências e formação profissional.

Mais uma vez, nem sempre o recrutador faz isso de propósito. Afinal, imagens de pessoas podem gerar curiosidade, identificação, ou até mesmo criar rótulos.

Por isso, ao colocar a foto no currículo, provavelmente, a primeira informação que o recrutador vai perceber será a sua imagem.

Conforme explicado, esse contato com a foto deixa uma primeira impressão positiva ou negativa que pode influenciar no restante da análise do documento.

Por outro lado, sem a foto no currículo, o recrutador é obrigado a priorizar a avaliação de informações que realmente são importantes, como experiências e educação.

Em resumo, não colocar a foto no currículo é uma estratégia que pode te ajudar a ter uma avaliação melhor, focada na sua qualificação técnica para o cargo.

3. Existem outras formas de acessar sua imagem

Mesmo sem uma foto no currículo, hoje em dia, os recrutadores e empresas podem simplesmente pesquisar informações sobre o candidato nas redes sociais.

O LinkedIn, por exemplo, é uma rede social profissional que pode ser consultada com facilidade para obter mais dados sobre o perfil do candidato.

foto no currículo

A depender da sua profissão ou área de atuação da empresa, até seu perfil no Instagram ou outras redes sociais podem ser visualizadas pelo recrutador.

Tudo o que você posta – mesmo aquilo que você não faz nas redes sociais – permitem que o recrutador avalie não só sua foto, mas também sua postura, comportamento profissional e soft skills.

Em outras palavras, as empresas têm acesso a informações da presença online dos candidatos, incluindo fotos atualizadas acessíveis a todos.

Por isso, use o espaço do seu currículo para trazer informações relevantes que agreguem valor ao seu perfil profissional.

A tendência é que a foto no currículo se torne cada vez mais dispensável e que as empresas utilizem cada vez mais soluções tecnológicas e digitais para avaliar candidatos e tornar os processos seletivos mais eficientes.

 

Por que pedem foto no currículo?

Como mencionado, pedir foto no currículo pode ser um ato ilegal e discriminatório, mas como muitas ferramentas que geram currículos automaticamente são do exterior, seguem regras estrangeiras.

Quando as empresas pedem isso, seja no Brasil ou no exterior, geralmente é porque a foto no currículo facilita identificar quem é o profissional por traz das experiências.

Caso você opte por inserir a sua imagem porque pedem a foto no currículo, é importante se questionar como a foto deve estar no currículo e qual a melhor foto para colocar no currículo?

Por se tratar de algo profissional, a foto no currículo também deve ser profissional.

 

Como criar um bom currículo sem foto?

A foto no currículo é dispensável na maioria dos casos, mas isso não significa que você não pode adicionar informações relevantes para se destacar no processo seletivo.

Com a tendência de recrutamento às cegas e recrutamento com diversidade, cada vez mais esforços são realizados para evitar viéses insoncientes e rótulos de candidatos.

Assim, ao invés de pôr foto no currículo, melhore seu currículo utilizando as seguintes estratégias:

    1. Adapte o currículo à vaga;
    2. Destaque suas conquistas;
    3. Inclua links relevantes;
    4. Invista em uma mentoria para otimizar o seu currículo.

4 Estratégias para fazer um bom currículo sem foto

1. Adapte o currículo à vaga

Enviar o mesmo currículo para todos os processos seletivos divulgados no mercado de trabalho pode ser um erro bastante comum.

O ideal é adaptar seu currículo de acordo com a área e vaga que você deseja ocupar. Isso significa que você deve destacar características relevantes para o empregador, que estão alinhadas com o escopo da vaga e que te ajudam a se diferenciar da concorrência.

Quanto mais alinhado seu currículo estiver com aquilo que você busca e que a empresa está procurando, melhor!

2. Destaque suas conquistas

Para destacar suas competências e habilidades para a vaga, você pode fazer uma breve descrição das suas conquistas. Essa informação pode ser adicionada na seção em que você cita suas experiências anteriores.

Em vez de apenas citar o cargo ocupado, mencione atividades e projetos importantes nos quais você participou. Descrever sobre a sua conquista no conceito CAR, contexto, ação, resultado, pode ajudar bastante!

3. Inclua links relevantes

Empresas que fazem processos seletivos online são cada vez mais comuns. Para participar desse tipo de processo, geralmente os candidatos precisam enviar seus currículos digitais por e-mail, LinkedIn ou por plataformas de recrutamento online.

E isso pode ser muito vantajoso para quem está buscando emprego!

Afinal, você pode adicionar link para o seu perfil de LinkedIn ou um portfólio, que podem complementar o material do currículo e demonstrar a sua proficiência em determinado tema para o recrutador.

4. Invista em uma mentoria para otimizar seu currículo

A mentoria para currículo é a maneira mais fácil e eficiente para criar, melhorar e otimizar esse documento.

Ao investir nesse tipo de serviço, você tem a ajuda de especialistas e headhunters para elaborar, revisar e até traduzir o seu currículo de acordo com seus objetivos profissionais e realidade de mercado.

Dessa forma, você aumenta suas chances de avançar no processo seletivo e conquistar a tão sonhada vaga de emprego.

Busca apoio no seu processo de recolocação profissional e transição de carreira? Entre em contato com a equipe da Sim Carreira e veja como podemos te ajudar!

foto no currículo

CEO de Empresa de Recrutamento e Seleção e Headhunter Especializado

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Política de Cookies
Utilizamos cookies em nosso site para oferecer a você a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas e ajudando a economizar dados. Ao clicar em “Aceitar Cookies”, você concorda com o uso de cookies. Mais informações podem ser encontradas na Política de Privacidade do Site.