Carta de intenção: o que é e como escrever

Carta de intenção: o que é e como escrever

Você sabe o que quer dizer carta de intenção? A carta de intenção, também chamada de carta de interesse ou carta de motivação, é um documento que pode ser solicitado em diversas situações que envolvam a seleção de candidatos.

Em um primeiro momento, a necessidade de escrever e se preocupar com mais um documento pode até assustar alguns candidatos.

No entanto, apesar de realmente exigir tempo e cuidado para a sua escrita, a carta de intenção é uma oportunidade para conquistar o avaliador e avançar para a próxima etapa do processo seletivo.

Quer entender por quê? Continue a leitura e entenda o que é essa carta de intenção, qual a sua importância e como escrever esse documento.

 

O que é a carta de intenção?

A carta de intenção é um documento no qual uma pessoa explica sua motivação e interesse em realizar uma determinada ação ou alcançar um objetivo específico.

Esse tipo de documento pode ser solicitado em diferentes situações, como processos seletivos para vagas de emprego, bolsas de estudo e ingresso na pós-graduação.

Ao solicitar essa carta, o objetivo das empresas e instituições é conhecer melhor o candidato e obter informações que não estão no currículo, mas que demonstram seu interesse e capacidade para assumir a vaga.

Por isso, as pessoas devem utilizar esse documento para apresentar suas expectativas e planos de forma clara, destacando suas habilidades e qualidades relevantes de acordo com o seu objetivo.

Dessa forma, a carta poderá ser usada como uma ferramenta eficiente para ser notado por headhunters, conquistar a atenção dos recrutadores e ajudar o candidato a conquistar o que deseja.

 

Quando escrever uma carta de intenção?

Por fornecer informações importantes para a análise de candidatos, esse tipo de carta geralmente é solicitado em processos de candidaturas para universidades estrangeiras e programas de pós-graduação, como mestrado e doutorado.

Embora essa prática seja mais comum em outros países, como nos Estados Unidos, muitas empresas brasileiras também solicitam esse documento para avaliar candidatos à vaga de emprego.

Afinal, os recrutadores podem utilizar essa ferramenta para conhecer melhor os candidatos e fazer escolhas mais assertivas durante o processo seletivo.

Seja qual for a situação em que essa carta for solicitada, o importante é entender como escrevê-la e utilizá-la a seu favor durante o processo seletivo.

 

Carta de intenção para emprego: qual a importância?

No âmbito profissional, a carta de intenção é uma ferramenta importante por fornecer informações que ajudam os recrutadores a entender as escolhas de carreira e o perfil do candidato.

Afinal, o documento pode ser utilizado para apresentar competências, experiências e motivações que nem sempre estão explícitas no currículo.

A carta também pode ser utilizada para que o candidato mostre à empresa seu interesse genuíno na vaga e que seus valores e práticas estão alinhadas à cultura organizacional do negócio.

Além disso, o candidato ainda pode aproveitar essa oportunidade para explicar, de forma positiva, lacunas no seu histórico profissional e transições de carreira.

Essas informações permitem que os recrutadores consigam entender as escolhas, experiências e potencialidades de cada candidato.

Por isso, a carta de interesse pode ser decisiva para que o candidato avance nas etapas do processo seletivo.

Entenda a seguir, como se escreve uma carta de intenção.

 

Como escrever uma carta de intenção?

O primeiro passo para escrever uma carta de intenção eficaz é conhecer a estrutura básica desse documento e entender como apresentar e organizar suas informações.

Caso o documento tenha sido solicitado por uma instituição de ensino ou programa de pós-graduação, o candidato deve seguir o modelo de carta de interesse disponibilizado no edital ou site da instituição.

Mas se o objetivo é escrever uma carta de intenção para emprego, não existe um modelo específico para seguir. Afinal, geralmente, as empresas não fornecem instruções para a elaboração desse documento.

Nesse caso, o candidato pode escrever uma carta de intenção com a seguinte estrutura:

    1. Cabeçalho
    2. Saudação
    3. Introdução
    4. Corpo da carta
    5. Conclusão
    6. Assinatura

Confira abaixo como escrever cada uma dessas seções e criar uma carta de interesse que conquiste o recrutador.

carta de intenção

 

O que deve ter em uma carta de intenção?

1- Cabeçalho

O cabeçalho é a parte da carta na qual são inseridas informações que permitam a identificação do candidato e da empresa, tais como:

      • Nome completo;
      • Informações de contato (telefone, e-mail, LinkedIn);
      • Nome da empresa;
      • Nome do setor/profissional responsável pelo recrutamento (caso você saiba).

Depois desses dados, adicione a cidade e a data em que a carta está sendo escrita.

2- Saudação

O próximo passo é escrever uma saudação formal. Se você souber o nome do recrutador, escreva “Prezado [Nome do recrutador]”. Caso contrário, use uma saudação genérica, como “Prezado(a) Senhor(a)”, por exemplo.

3- Introdução

Na introdução, você deve explicar o motivo da carta e especificar a qual posição está se candidatando.

Além disso, você deve fazer uma breve apresentação, mencionar como soube da vaga ou da empresa, e mostrar interesse no trabalho.

4- Corpo da carta

O corpo da carta consiste no desenvolvimento do texto. Nesta parte, você deve falar sobre suas qualificações, experiências e motivações para a posição.

O ideal é apresentar dados que não estão no currículo, mas que complementam suas informações e melhoram sua avaliação profissional.

Para isso, você deve seguir as orientações abaixo:

          • Destaque experiências e resultados relevantes para demonstrar sua competência e qualidade profissional;
          • Explique como suas habilidades e valores se alinham com os requisitos da vaga e com a cultura da empresa;
          • Fale por que você tem interesse em trabalhar na empresa e acredita que merece a vaga;
          • Demonstre seu entusiasmo pela empresa e pela oportunidade;
          • Explique como você pode contribuir para o sucesso da empresa.

5- Conclusão

Para finalizar, reafirme seu interesse na posição e na empresa, agradeça o leitor pela sua atenção e tempo, e se coloque à disposição para prestar esclarecimentos e fazer uma entrevista.

Encerre a carta com uma saudação formal, como “Atenciosamente” ou “Cordialmente”.

6- Assinatura

Deixe espaço para sua assinatura após a saudação final. Se a carta for enviada por e-mail, você pode usar uma assinatura digitalizada ou simplesmente digitar seu nome.

 

5 Dicas para melhorar sua carta de intenção

Além da estrutura básica da carta de intenção, você precisa conhecer algumas dicas para melhorar seu conteúdo e chamar atenção do recrutador.

Confira essas 5 dicas para melhorar a sua carta de intenção:

    1. Pesquise sobre a empresa;
    2. Não tenha medo de “vender seu peixe”;
    3. Seja honesto;
    4. Seja objetivo;
    5. Busque ajuda especializada.

Como melhorar a sua carta de intenção

1- Pesquise sobre a empresa

Pesquisar informações sobre a empresa é fundamental para deixar sua carta de motivação mais autêntica. Afinal, você precisa demonstrar interesse genuíno pela organização e pela vaga.

Para isso, é fundamental entender a área de atuação da empresa, seus serviços e produtos, cultura e valores, entre outros dados.

Para obter essas informações, basta acessar o site oficial, as redes sociais e outros materiais relacionados à empresa.

2- Não tenha medo de “vender seu peixe”

A carta de interesse deve complementar as informações do currículo e despertar a atenção do recrutador.

Sendo assim, você deve aproveitar o documento para “vender seu peixe”, ou seja, fazer “propaganda” de si mesmo e do seu trabalho.

Para isso, você deve demonstrar que tem as competências, habilidades e perfil adequado para a vaga.

Por esse motivo, capriche na apresentação e não tenha receio de destacar seus pontos fortes e conquistas. Essas informações podem ser determinantes na sua seleção para a etapa da entrevista.

3- Seja honesto

Você deve usar a carta de interesse para demonstrar que tem as competências e habilidades certas para a vaga em questão. Mas isso não significa que você pode exagerar ou fornecer informações falsas no documento.

Além de demonstrar desonestidade e falta de ética profissional, esses dados podem ser confirmados pelo recrutador ou empregador. Portanto, seja honesto e verdadeiro ao contar a sua história e demonstrar seu interesse na vaga.

4- Seja objetivo

O ideal é que a carta de motivação não ultrapasse uma página. Por isso, é fundamental escrever de forma objetiva, adicionando apenas informações relevantes sobre suas habilidades e trajetória profissional.

5- Busque ajuda especializada

Enfrentar um processo seletivo é muito mais fácil quando você tem o apoio de quem entende do assunto.

Afinal, o envio do currículo e da carta de interesse geralmente é apenas a primeira etapa das seleções realizadas pelas empresas.

Com uma boa orientação profissional e acompanhamento personalizado, você melhora a qualidade desses documentos e obtém as dicas certas para avançar no processo seletivo. Assim, você aumenta as suas chances de ser contratado para a posição que você deseja.

Precisa de ajuda para avançar no processo seletivo? Converse com os especialistas da Sim Carreira e saiba como aumentar suas chances de contratação!

carta de intenção

CEO de Empresa de Recrutamento e Seleção e Headhunter Especializado

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Política de Cookies
Utilizamos cookies em nosso site para oferecer a você a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas e ajudando a economizar dados. Ao clicar em “Aceitar Cookies”, você concorda com o uso de cookies. Mais informações podem ser encontradas na Política de Privacidade do Site.